Trabalho da Ronda Escolar recebe reconhecimento do comando do 28° BPM

0

BARRA MANSA

Nesta manhã, a tenente-coronel Luciana Rodrigues, comandante do 28° Batalhão da Polícia Militar (BPM), responsável pela segurança dos municípios de Volta Redonda, Barra Mansa, Pinheiral e Rio Claro, recebeu a equipe do Conselho Regional de Segurança Escolar na sede do Batalhão. Na ocasião, Luciana elogiou o trabalho feito pela equipe da Ronda Escolar em Barra Mansa, um serviço implantado há quase três anos e que tem servido de modelo a ser implantado em outros municípios.

“Para nós é motivo de muita satisfação esse reconhecimento, porque quando assumimos, encontramos as viaturas da Guarda Municipal todas sucateadas. Hoje, quase 100% da frota está renovada. Investimos na Ronda Escolar com aquisição de quatro viaturas zero quilômetros. E outras cinco viaturas para a Guarda Municipal. Ainda este ano estaremos adquirindo mais uma”, disse ao A VOZ DA CIDADE o secretário da Secretaria de Ordem Pública, Luiz Furlani. “É um motivo de satisfação, depois da estruturação da Ronda Escolar ver os resultados que ela tem apresentado, sempre ratificando o envolvimento das diretoras e dos pais dos estudantes. Através dessas denúncias, conseguimos elucidar e até evitar alguns delitos nas portas das escolas, inclusive com prisões. Infelizmente todos portando drogas, fazendo tráfico, ou distribuindo e/ou usando”, completou o secretário, dizendo que o trabalho é um avanço de toda equipe e que o desejo é expandir ainda mais o serviço, “extremamente importante para a população”.

Sobre o encontro, Furlani explicou que a tenente-coronel elogiou toda a equipe na pessoa do representante da Ordem Pública, pastor César Tomé, bem como da GM, o inspetor Silva e do GM, Moisés. “Temos feito vários investimentos na estrutura, como carro zero, sustentação do trabalho, através do comando, da Secretaria de Ordem Pública, Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar, dos responsáveis pelas escolas e familiares”, frisou, lembrando que hoje a ronda tem quatro viaturas.

Segundo o comandante da Guarda Municipal, Joel Varcir, são oito agentes da GM atuando na Ronda Escolar sob seu comando e três policiais militares coordenados pelo comandante da 2ª Cia. do 28° BPM, Alcimar Videira.

COMO SURGIU

O projeto Ronda Escolar tem por objetivo levar segurança em toda a rede de ensino e estabelecer uma relação mais amistosa entre os estudantes e os professores. Formada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar, ela foi criada no dia 3 de julho de 2016, pelo 28° BPM, GM e órgãos ligados aos direitos e deveres da criança e do adolescente. A ronda atua nas 95 instituições de ensino de Barra Mansa, sendo 72 escolas municipais (contando com as creches), 23 unidades particulares e no Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

Barra Mansa conta hoje com mais de 35 mil estudantes matriculados. Nas ações, o aluno é encaminhado para a 90ª Delegacia de Polícia (DP), acompanhado dos responsáveis e do Conselho Tutelar, onde é feito pelos agentes um Termo de Declaração; depois, o jovem passa por novo depoimento na Justiça, onde é lavrada alguma medida socioeducativa. A abordagem dos agentes é assegurada e prevista no artigo 244 do Código de Processo Penal (CPP), que diz que “a busca pessoal independerá de mandado de prisão ou quando houver fundada suspeita de que a pessoa esteja de posse de arma proibida ou de objetos ou papéis que constituam corpo de delito ou quando a medida for determinada no curso de busca domiciliar”.

UM PEDIDO DE SOCORRO!

As diretoras gerais Sandra Emília Botelho Procópio e Regina Dornas Messias, respectivamente do Colégio Estadual Barão de Aiuruoca (Centro) e o C.E Baldomero Barbará (Barbará) são consideradas pelas autoridades policiais como as ‘madrinhas’ da Ronda Escolar e garantem que com a presença da equipe da GM e PM, a segurança nas escolas melhorou cerca de 90%.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !