Pedro Fernandes visita Rocinha com Ciro Gomes

0

RIO

Central do Brasil e Rocinha foram os locais escolhidos pelo candidato ao Governo do Rio, Pedro Fernandes (Coligação Renovar para Mudar PDT/PSB), para começar o penúltimo dia de campanha, hoje. Acompanhado de Ciro Gomes, candidato à presidência da República, Pedro falou sobre as propostas que tem para a comunidade da zona sul carioca.

“Recebi muito carinho dos moradores da Rocinha e conversei com eles sobre a importância de avançarmos no saneamento básico. No meu governo não vai ter teleférico, mesmo sendo muito importante, porque temos que estabelecer prioridades e essa prioridade, dita pelos próprios moradores, é a questão do saneamento. No meu governo, nós vamos ter a oportunidade de melhorar o abastecimento de água e o tratamento de esgoto para que as pessoas não fiquem mais pisando no esgoto quando saem de casa”, disse Pedro Fernandes.

O candidato também comentou sobre a recente pesquisa Data Folha que mostra o crescimento de quatro pontos percentuais em relação à divulgada anteriormente: “Estou muito animado com esse crescimento nas pesquisas e a gente sente isso nas ruas. O último debate na  TV Globo foi fundamental para chegarmos mais perto do segundo turno. Tenho certeza que, quem acredita no nosso trabalho, vai multiplicar com a família e com os amigos, nas redes sociais e vamos chegar no segundo turno para implementarmos a mudança que o Rio de Janeiro precisa”, afirmou.

Já o candidato a presidente Ciro Gomes, em seu discurso, também falou sobre a reta final da campanha: “A eleição não é a que gostaríamos que fosse. A eleição é aquilo que é, e o que a realidade impõe. E nós estamos chegando num momento delicado e perigoso. De tanta corrupção e impunidade, de violência e de nojo dos escândalos, o nosso povo está entre revoltado e desanimado com a política. E a revolta e o desânimo não são bons conselheiros. Vim aqui para dizer ao Brasil, pelo filho do povo do coração do Rio e da Rocinha, que deem outra chance para o Brasil, e para o Rio de Janeiro, acharem o caminho da decência, do trabalho e do compromisso com os mais pobres”, disse.

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !