Moradores reclamam do aumento de pernilongos

0

RESENDE
O aumento da temperatura vem fazendo crescer a presença dos pernilongos o que está sendo motivo de reclamação de moradores de vários bairros em Resende. Em bairros como Vila Hulda Rocha, Vila Santa Isabel, Itapuca, Cidade Alegria, Boa Vista, Fazenda da Barra, Limeira e Morro do Cruzeiro, os moradores tem reclamado da proliferação desses vetores.

Segundo especialistas, o aumento da umidade do ar e a elevação da temperatura contribuem para a atividade reprodutiva dos insetos e na zona urbana os mais comuns são os pernilongos. De hábito noturno, esses insetos fazem criadouros em água suja, sendo facilmente encontrados próximos a córregos, rios e valas.

Paulo César Firmino, morador da Vila Santa Isabel, relata que as noites em sua casa em sido um tormento com a presença dos pernilongos. “São muitos. Começou a escurecer é preciso fechar a casa para evitar que entre, Mesmo assim, é preciso jogar inseticida e dormir com o ventilador ligado no máximo”, disse Firmino, que é casado e em dois filhos.

A reclamação também é grande no bairro Cidade Alegria. Os moradores acreditam que a causa de tantos pernilongos seja os canais que cortam o bairro e pedem uma solução da prefeitura. “São muitos que a gente tem que matar todas as noites para ter um pouco de sossego. A parede fica cheia de pernilongos”, afirma a dona de casa, Maria Teresa Andrade, que revela que também tem feito uso de inseticidas para amenizar a presença dos mosquitos.

Os problemas com a proliferação dos pernilongos chegou as redes sociais onde muitas pessoas reclamam de estarem sofrendo do mesmo problema. Apesar do carro fumacê ter o seu uso restrito por recomendação do Ministério da Saúde, os moradores tem solicitado  a circulação do veículo como forma atenuar o problema.

Prefeitura anuncia medidas

A Secretaria Municipal de Saúde informou que está providenciando a nebulização aérea (nos moldes do tipo fumacê) com o uso do inseticida Pirimifos Metil para combater ao “Culex quinquefasciatus“, nome científico do pernilongo doméstico. O serviço começará a ser prestado pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ),  à partir da próxima segunda-feira, dia 6.

Esclareceu ainda que o produto Malathion que antes era utilizado para nebulização aérea (nos moldes do tipo fumacê) teve sua aplicação recomendada pelo Ministério da Saúde  apenas para ser feita em  ações de bloqueio, em pontos onde são encontradas larvas do Aedes Aegypty. O motivo alegado seria devido aos possíveis efeitos cancerígenos que o uso indiscriminado do  Malathion pode provocar à população. Outro motivo seria o aumento de resistência do mosquito Aedes ao produto. O Malathion, segundo os órgãos ambientais, também pode provocar danos ambientais colaterais (morte de outros animais, como borboletas, pássaros e outros insetos que são predadores do Aedes e dos pernilongos).

A Vigilância em Saúde está adotando outros mecanismos para combater a proliferação dos pernilongos, fenômeno causados por condições climáticas,  que está ocorrendo em quase todas as cidades da nossa região e estado.

MESMA SITUAÇÃO

Assim como em Resende, moradores de Volta Redonda e Barra Mansa estão se queixando da proliferação dos pernilongos.  Eles apelam para repelentes, ventiladores, ar condicionado, remédios e até as raquetes.

Em Volta Redonda, conforme informou o Superintendente de Vigilância em Saúde de Volta Redonda, Bruno Siqueira Freitas, o cronograma do caro fumacê é divulgado e atualizado constantemente no Portal VR e no facebook. Outras ações são desenvolvidas em parceria com outros setores da Prefeitura, como, por exemplo, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos, que atua fazendo limpeza dos córregos e desobstrução de bueiros. Freitas alertou ainda que, é preciso que a população faça também a sua parte contribuindo com a manutenção dos seus terrenos e caixas d´água, eliminando todo e qualquer possível criadouro dos mosquitos dentro de suas casas.

A Prefeitura de Barra Mansa anunciou na última semana a passagem do carro fumacê. Em caráter de urgência, o prefeito Rodrigo Drable (PMDB) decretou o uso do carro termonebolizador. O veículo tem sido cobrado pela população por conta da infestação de pernilongos no município. O serviço não funcionava desde 2015, parado por recomendação dos órgãos de Controle de Vigilância Ambiental Federais. O tempo máximo de 30 dias foi decretado pelo prefeito para combater a proliferação do pernilongo culex. A ação foi tomada para dar mais comodidade para a população.

Nesta semana o fumacê estará nos seguintes bairros:  Ano Bom, Parque Independência e Retorno (segunda-feira); Nove de Abril, São Sebastião, Santa Inez, Assunção e Metalúrgico (terça-feira); Jardim Guanabara, Redentor, Boa Vista I, II e III (quarta-feira); Cotiara, São Silvestre, Roberto Silveira e Morro do Cruzeiro (quinta-feira); Abelhas, Piteiras e Boa Sorte (sexta-feira); São Luiz, Nova Esperança, Roselândia e Primavera (sábado).

error: Conteúdo protegido !