Legislativo realiza primeira edição do “Café com o Presidente”

0

RESENDE

A Câmara de Vereadores promoveu, nesta quarta-feira, a primeira edição do programa “Café com o Presidente”, que tem o objetivo de ser um canal a mais para que representantes de diversos segmentos sociais do município possam manter contato direto com o Poder Legislativo.  Por meio do programa “Café com o Presidente”, entidades públicas, religiosas e privadas poderão expor suas opiniões e dar sugestões ao presidente da Câmara, vereador Roque Cerqueira (PDT) e aos demais parlamentares. Os encontros acontecem todas as quartas-feiras, às 8h30min, com o presidente e os vereadores, na Sala de Reuniões de sua nova sede, na Praça Oliveira Botelho, no Centro Histórico da cidade.

Neste primeiro encontro, o vereador Roque, acompanhado dos vereadores Tiago Vieira, o Tisga e Edson Miranda, o Peroba (ambos do PPS), além do vereador Claudio Oliveira de Araújo, o De Araújo (MDB), recebeu, uma comissão formada por oitos servidores municipais da área da saúde. O procurador geral do Legislativo, o advogado Marcelo Salviano, também participou da reunião.

Durante o encontro, a comissão solicitou apoio dos parlamentares, junto ao prefeito Diogo Balieiro (Democratas), para que seja reduzida a carga horária da categoria, de 40 para 30 horas semanais. A medida beneficiaria enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos e fisioterapeutas, a princípio.

A psicóloga Emília Ferreira Mattos explicou que a carga horária de 40 horas semanais representa um sobrecarga emocional grande para os profissionais das referidas áreas. “Há uma desvalorização de pessoal muito grande, em razão dos salários. Pois, com o cumprimento desta carga, isto, além de não nos possibilitar um outro vínculo profissional, não nos permite investir ainda mais em capacitação e em novos cursos. E tudo isto acaba influenciando negativamente na nossa qualidade de vida, pois passamos a estudar nos fins de semana, nos tirando o direito de dedicação à família”, esclareceu Emília.

Após ouvir os membros da comissão, Roque Cerqueira decidiu pela criação de um grupo de trabalho formado por vereadores, que se responsabilizarão pelo estudo da questão. “Esta comissão fará, inicialmente, um levantamento dos profissionais beneficiados com a medida; a constitucionalidade da causa; além do impacto financeiro que sua aprovação provocaria na folha de pagamento da Prefeitura”, disse o presidente.

Comissão solicitou apoio dos parlamentares para que seja reduzida a carga horária da categoria, de 40 para 30 horas semanais – Divulgação

INICIATIVA

O vereador Tisga defendeu o programa Café com o Presidente, classificando-o como democrático. “Um dos objetivos é ouvir ainda mais as demandas da população e tentar resolvê-las junto aos órgãos competentes”, frisou o parlamentar.

“É importante esta aproximação com a população, principalmente numa situação como esta, que visa qualificar as condições de trabalho do servidor”, salientou o vereador Peroba.

Para o vereador De Araújo, “o Café é uma excelente iniciativa e o que se espera é que, realmente, possa contribuir para melhorar melhorar a vida das pessoas”.

“Esperamos estreitar o relacionamento com a população e, assim, conhecer melhor suas necessidades, ouvir suas propostas. O Café com o Presidente tem o objetivo de ‘alimentar’ o trabalho do Legislativo”, assinala Roque.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !