Campanha ‘Nome Limpo, Crédito Forte’ registrou aumento de 4% nas consultas ao SPC e ao Serasa  em Volta Redonda 

0

VOLTA REDONDA

A campanha ‘Nome Limpo, Crédito Forte’, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR), entre os dias 18 e 23 deste mês, registrou um aumento de 4% nas consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e ao Serasa. O objetivo da campanha foi incentivar a renegociação de dívidas em atraso entre consumidores e empresas, além de instituições bancárias.

Segundo explicou o presidente da CDL-VR, Gilson de Castro, essas renegociações podem ajudar a melhorar o movimento das vendas para o mês de dezembro. Para ele, o pagamento do décimo-terceiro salário contribui para a quitação dessas dívidas. “Boa parte desse dinheiro extra é usada para regularizar as contas atrasadas e, assim, quem estava inadimplente ode voltar a comprar a prazo”, explicou, ressaltando que como no fim do ano os gastos são muitos, a campanha ajuda nesse reequilíbrio financeiro tanto dos consumidores quanto das empresas que recuperam seu capital de giro”, disse.

A CAMPANHA JÁ É TRADICIONAL EM VR

Gilson de castro lembrou ainda que a campanha já é tradicional na CDL-VR e vem ao encontro do trabalho da entidade de ajudar consumidores e lojistas do comércio local, fortalecendo a economia da cidade. “Neste ano também, os lojistas foram solícitos na negociação”, contou. Lembrou ainda que, e para atingir esse objetivo, o comércio e as instituições bancárias da cidade também foram incentivados a oferecer uma melhor condição de pagamento dos débitos em atrasos, como descontos da dívida ou reparcelamento.

A ação também teve como objetivo a recuperação do crédito para a campanha ‘Black Friday – Natal Família’, que começou esta semana e vai sortear 10 vales-compra de R$ 1 mil cada neste sábado, 30. Para participar do sorteio, o consumidor precisar comprar nas lojas participantes da campanha. A cada R$ 60, ele terá direito a um cupom que deverá ser cadastrado no site natalfamilia.com.br.

Em relação à inadimplência em Volta Redonda, o número gira em torno de 13%. “Embora ainda seja bem menor, o percentual ainda é preocupante, o que reforça a importância da campanha Nome Limpo, Crédito Forte”, lembrou Gilson, ressaltando que no caso de pessoas inadimplentes em Volta Redonda o número ultrapassa a casa dos 6%.