Alunos de Judô participam de troca de faixas

0

VOLTA REDONDA

Aconteceu na noite de sexta-feira, 13, a entrega de certificados para os alunos de Judô do Programa Esporte e Cidadania para Todos, do Ministério da Cidadania. Os participantes trocaram de faixas em uma festa de confraternização realizada na Igreja Metodista Jardim das Américas, na região do bairro Santo Agostinho, local onde acontecem as aulas. A vereadora Rosana Bergone marcou presença.

A turma de judô é composta por 75 alunos e muitos deles foram graduados por faixas pela dedicação e bons resultados nas aulas, segundo destacou a vereadora, responsável por intermediar junto ao governo federal, programas esportivos para a Região Sul Fluminense. “Quero parabenizar o professor Rafael pelo seu empenho. Ele, em seus treinos, mostra para as crianças, que todos precisam sonhar e ter objetivo de querer algo mais na vida. E faz este trabalho com amor”, disse Bergone, agradecendo a parceria do pastor Adriano, por ceder o espaço da igreja para a atividade.

Além da entrega dos certificados, o professor premiou com troféus três alunos por disciplina, destaque e revelação. “Isso motiva a eles se empenharem e evoluir. A nossa intenção é formar campeões na vida e de bom caráter”, afirmou Rafael Resende, ressaltando que o programa exige também bom desempenho na escola. “Tinha aluno que tirava nota vermelha, recuperou-se e passou direto”, depôs ele.

Maria Luiza, dez anos, troféu Destaque, disse que ficou surpresa com a premiação. “Participo há dois anos junto com a minha irmã gêmea Ana Lívia. Fiquei emocionada”, disse, ao lado da mãe, Kelly e a avó, Ozenaide.  Já a mãe do garoto Kauê, 5 anos, Tatiane Berbet e o pai, Robson Silva, disseram que estavam felizes pelo filho. “Estou muito feliz porque ele foi considerado Revelação deste ano”, disseram. A jovem Leandra Oliveira, 18 anos, foi graduada na faixa azul e ganhou o troféu Disciplina. “Eu não fazia nada de esporte, cheguei desmotivada e aqui a minha vida mudou. Até o professor reconheceu meu esforço”, comemorou.

O programa é coordenado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e está implantado na cidade há três anos.

 

error: Conteúdo protegido !