Sargento da PM é preso sob suspeita de matar a companheira em Rio Claro

2

RIO CLARO
O sargento reformado da Polícia Militar, Elias Edvaldo Mariano, foi preso nesta quarta-feira, dia 24, pela Polícia Civil. Ele é suspeito de assassinar há cerca de um mês a companheira, Janaína Guedes Lopes. As idades dos envolvidos não foram divulgadas. A princípio a morte de Janaína foi classificada como suicídio, mas as investigações comprovaram que Elias teria sido o autor do homicídio.

Segundo o delegado titular da 168ª Delegacia de Polícia, Alcidézio Bispo Junior, as investigações tiveram início logo após o próprio Elias registrar na delegacia o suposto suicídio da mulher, após acionar a Polícia Militar.

“Durante as investigações surgiram indícios de que esse senhor teria assassinado a esposa. Como por exemplo, ele estava com marcas de arranhão no peito. No corpo da mulher o legista constatou que havia vários hematomas. Ou seja, ela foi agredida. A versão contada por ele não era muito consistente, então a prova pericial do local apontou alguns vestígios. Tudo isso foi somado e se concluiu que não houve suicídio e sim um homicídio” explicou Alcidézio.

Com base nessas provas, a prisão do sargento reformado da PM foi expedida pela Justiça de Rio Claro e cumprida por policiais civis. Moradores ouvidos pelo A VOZ DA CIDADE contaram que o casal tinha um filho de aproximadamente 12 anos.

2 Comentários

  1. Eu conhecia o casal pois a Janaina é prima de uma amiga minha. A família toda sabia que ele a matou, teve até testemunha, mas como ele tinha influência tava se safando. Ainda bem que foi preso agora. Justiça seja feita, acabou com a vida da esposa e traumatizou o filho.