Receita Federal lança podcasts e vídeos sobre a DIRPF 2020

0

SUL FLUMINENSE

O prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) ano-base 2019 começou no dia 2 deste mês e segue até o dia 30 de abril. A Receita Federal confirmou que mais de 2,5 milhões de declarações foram recebidas, sendo mais de 225 mil somente do Estado do Rio de Janeiro.

A DIRPF é obrigatória para os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$28.559,70 em 2019. Existem outras regras também para prestar as contas ao Fisco, como ter rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$40 mil. O preenchimento da declaração é gratuito e poder ser feito diretamente pelo próprio contribuinte. Porém, como envolve diversos comprovantes e lançamento de valores, muitos declarantes encontram dificuldades.

Visando orientar os aproximadamente 32 milhões de declarantes projetados para este ano, a Receita Federal lançou nesta quarta-feira, dia 11, podcasts e vídeos explicando como deve ser feito o procedimento. O material de acesso gratuito consta no site oficial da Receita Federal. Os podcasts, que são áudios de orientação, podem ser acessados pelo link:  http://receita.economia.gov.br/audios. Já os vídeos sobre como realizar a declaração podem ser visualizados através do link  http://receita.economia.gov.br/videos/imposto-de-renda.

Segundo a contadora Simone Neves, a novidade agiliza o entendimento do cidadão que mesmo acostumado com o procedimento tem receio em fazer sua própria declaração. “É tudo muito específico e objetivo. O importante é ter atenção e saber que se ocorrer algum erro, pode gerar inconsistência de dados na análise da declaração e depois a pessoa deve realizar uma declaração retificadora. Uma das novidades para este ano é não poder abater o valor pago com a doméstica. Também devem ter atenção ao lançar informações sobre bens, por exemplo (imóveis e veículos)”, comenta. Também de forma sintetizada, a Receita Federal disponibiliza todos os dados pertinentes ao Imposto de Renda 2020. É possível acessar no link http://receita.economia.gov.br/interface/cidadao/irpf/2020.

De acordo com os números, a Receita tem recebido, em média, 34 mil declarações por hora. Projeções do órgão indicam que 32 milhões de pessoas devem declarar este ano, volume 5% maior em relação aos 30,67 milhões de declarantes do ano passado.

O supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, recomenda atenção ao contribuinte na hora de preencher o documento. Pequenos erros, diz ele, podem levar a declaração para a malha fina. “Com isso, o contribuinte perde o lugar na fila de restituição porque será obrigado a retificar as informações”, alerta, orientando que o contribuinte acompanhe o processamento da declaração por meio do serviço e-CAC, disponível no site da Receita. “Possibilita o contribuinte acompanhar a análise da sua declaração e, em havendo divergências, fazer as correções”, explica. Neste ano serão cinco lotes residuais, o primeiro será no dia 29 de maio.