Projeto de Unidade de Conservação Pedreira da Voldac é apresentado à SMMA de Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Miguel Arcanjo, recebeu na tarde de quarta-feira, dia 9, o coordenador da Equipe Ambiental do Movimento Pela Ética na Política (MEP), professor Fernando Pinto. No encontro, o doutor em ecologia apresentou ao secretário o Projeto Unidade de Conservação Pedreira da Voldac. Participaram também da reunião o biólogo Michel Bastos e a acadêmica de direito Gabriela Patrícia, ambos do MEP, e o assessor legislativo, representando o vereador Paulinho AP, engenheiro João Thomaz.

O documento técnico apresentado ao secretário tem 24 páginas fala tudo sobre a área pública da Pedreira e foi elaborado pelos técnicos do MEP em 2020. Durante a entrega do documento, o professor Fernando reafirmou as potencialidades da área do maciço rochoso localizado entre os bairros Voldac-Pinto da Serra. Também lembrou que o prefeito Antonio Francisco Neto, no último encontro com os representantes do Movimento manifestou bastante interesse pelo local Cf.https://mepvr.com.br/mep-apresenta-demandas.

Fernando destacou que o local que está abandonado guarda biodiversidade de fauna e flora de grande significado científico e educacional. Lembrou que a área poderá ser potencializada com alguns arranjos para trilhas, identificação e proteção, quase sem custos e criar a Unidade de Conservação (UC), Monumento Natural (Mona). “No documento técnico contém dados importantíssimos, inclusive evidência a recuperação natural que se desenha de forma animadora. Fatos expostos ao prefeito Neto, os deixou animado em agendar uma ida ao local”, relatou o professor ao entregar o documento ao secretário.

TAMANHO REFERENCIAL

Somando à argumentação do professor Fernando, o biólogo Michel Bastos acrescentou que a Pedreira da Voldac vem ganhando tamanho referencial a ponto da comunidade local, pesquisadores das universidades e, por último a manifestação do Departamento de Mineralogia do Estado do Rio de Janeiro ( DRM.RJ) ter recentemente encaminhado Parecer Técnico ao MEP com  nove páginas, sinalizando a possibilidade de incorporação à UC, o projeto ‘Caminhos Geológicos do Estado’, tendo a Pedreira como ponto referencial. “O parecer do DRM foi entregue em primeira mão ao secretário para somar ao documento do projeto Mona Pedreira”, lembrou Michel.

Depois de cerca de 40 minutos de conversa com o secretário, diálogo ativo, informes sobre a situação da Fazenda do Ingá, Parque Municipal de Volta Redonda, Jardim Botânico da Ilha São João e ponderações sobre a Pedreira, Miguel Arcanjo considerou a proposta de UC muito boa e valorizou o relatório técnico do DRM. “A proposta de criação de UC é muito boa, cria caminhos positivos, inclusive para o ICM- ecológico. Atualizem a proposta do projeto com os dados do DRM e vamos abrir um processo aqui na Secretaria Municipal e Meio Ambiente (SMMA) e seguir com consulta ao Instituto Estadual de Meio Ambiente (Inea)”, destacou o secretário de Meio Ambiente, acrescentando que ao prefeito Neto cabe a decisão final.

A acadêmica Gabriela Patrícia agradeceu a abertura da agenda para o MEP. “Estamos agradecidos pela atenção do senhor e vamos seguir suas recomendações. Estamos certos de que a recuperação dos espaços e exemplo da criação da Unidade da Pedreira só vai somar no processo de preservação e recuperação, bem como na educação socioambiental”, declarou Gabriela no final da reunião.

A Sondagem Popular sobre o ‘Jardim Botânico da Ilha São João, iniciada no dia 5 de junho, encerra amanhã, dia 11, às 12 horas. Na manhã de hoje, 480 respostas, vindas de mais de 60 bairros de Volta Redonda foram registradas. A meta era obter 400. O resultado será divulgado no final de semana.

 

 

error: Conteúdo protegido !