Prefeito assina convênio com Governo do Estado de R$ 15 milhões para a área da saúde em Resende

0

RESENDE

O prefeito Diogo Balieiro Diniz (Democratas) assinou convênio com o Governo do Estado garantindo repasse de R$ 15 milhões para investimentos na área da saúde. O termo de cooperação, que havia sido assinado em dezembro do ano passado, foi ratificado na manhã desta sexta-feira, dia 07, na sede da Secretaria  de Estado de Saúde. Além do chefe do Executivo participaram do evento o secretário de Saúde do município, Alexandre Vieira e do secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos.

Segundo o prefeito Diogo, os recursos serão aplicados em obras e compra de equipamentos, beneficiando principalmente o Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, localizado no bairro Jardim Jalisco.

“Somos muito gratos ao governador Wilson Witzel por ter tido um olhar tão cuidadoso com a saúde de Resende e de todos os demais municípios de nosso estado. Essa linha vai ao encontro do que estamos fazendo desde o início de nossa gestão em Resende e mais uma vez a população vai sentir a diferença para melhor”, disse Diogo.

As reformas e a compra dos aparelhos vão respeitar os projetos e os cronogramas apresentados pelos municípios à Secretaria de Estado de Saúde em 2019. Após a conclusão das obras, por exemplo, as prefeituras também devem enviar a prestação de contas. Dentro do convênio, cabe ao estado providenciar o repasse de recursos de acordo com os projetos apresentados pelas prefeituras e previamente aprovados. Destes recursos, cerca de R$ 11 milhões serão usados em obras físicas e outros R$ 4 milhões na aquisição de equipamentos variados.

Recursos serão aplicados em obras e compra de equipamentos, beneficiando principalmente o Hospital de Emergência-Divulgação

Um dos maiores beneficiados com o convênio será o Hospital Municipal de Emergência, que já se encontra em processo de melhorias e modernização.  Com a entrada dos novos recursos estaduais, a unidade de referência na região das Agulhas Negras receberá R$ 3 milhões somente em equipamentos. Essa verba vai comprar desde um novo aparelho de ultrassom até 36 aparelhos de ar condicionado, passando por um aparelho de anestesia e uma lavadoura de roupas hospitalar.

Entre obras, a verba vai custear a nova lavanderia do Hospital de Emergência, bem como um novo centro cirúrgico e a ampliação das enfermarias. O Hospital terá ainda novas coberturas para áreas externas.

 

MAIS PROJETOS PARA SAÚDE

O prazo de vigência do termo é de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual e sucessivos períodos, mas como os projetos já estão adiantados, em Resende a expectativa é que os recursos se transformem em melhorias efetivas o mais rápido possível.

Com o dinheiro em caixa, por exemplo, a prefeitura vai reformar e construir novas Unidades Básicas de Saúde, alcançando 16 comunidades diferentes da cidade entre bairros e distritos. Além disso, duas novas Academias da Saúde serão construídas. Da mesma maneira, o CCZ também será beneficiado.

RECONHECIMENTO

Vale ressaltar que no ano passado o Programa Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde (PREFAPS), desenvolvido pelo Governo do Estado, avaliou o atendimento prestado à população das cidades nos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS). O estudo dividiu a saúde básica em indicadores e apontou que apenas quatro municípios atingiram o mais alto patamar de metas cumpridas. Entre as cidades que se destacaram está Resende, que segue conseguindo na atual gestão fazer a melhor relação custo benefício com os recursos recebidos.

Da mesma maneira, o Ranking Connected Smart Cities 2019, feito pela consultoria Urban Systemse e divulgado anualmente para medir o potencial de desenvolvimento das cidades brasileiras, apontou Resende em destaque como a oitava melhor saúde do Brasil.