PF apresenta balanço da Operação Black Flag; uma lancha foi apreendida em Paraty

0

PAÍS/SUL FLUMINENSE

Noventa e sete relógios, 147 garrafas de vinhos, dois quadros valiosos do Kobra, 20 veículos de luxo, 27 aparelhos celulares e 76 bolsas. Este é o balanço da Polícia Federal que na manhã de terça-feira, dia 11, deflagrou a Operação Black Flag, para apurar crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e de lavagem de dinheiro na ordem de R$ 2,5 bilhões. O balanço foi divulgado hoje pela equipe da PF de Campinas ao A VOZ DA CIDADE, que confirmou ainda que 11 pessoas foram presas durante a ação e que no fim do dia, mais um envolvido se apresentou espontaneamente na Polícia Federal. A operação também teve alvo em Paraty, onde uma lancha foi apreendida. Grande quantidade de dinheiro também foi apreendido (valor que será contabilizado).

A PF informou que está sendo investigada uma organização criminosa que montou uma complexa rede com pessoas físicas e jurídicas fictícias, responsável por movimentações financeiras fraudulentas. Entre as medidas cumpridas, está o bloqueio de contas e investimentos no valor de R$ 261 milhões de reais, sequestro de bens imóveis e congelamento de transferências de bens móveis. Também foi determinado o afastamento de um policial federal do exercício do cargo.

No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participaram da operação, com buscas e prisões nos estados de Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.