Ipem interdita posto de combustível durante fiscalização em Resende

0

RESENDE

Fiscais da Diretoria Técnica do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem/RJ) estiveram na quarta-feira, 31, em Resende, para verificarem denúncia do Ministério Público de irregularidade em postos de combustíveis da região.
De acordo com Hugo Lima, diretor técnico do órgão, no posto localizado na Av. Marechal Castelo Branco, bairro Comercial, alvo da operação ‘Bomba Legal’, foi encontrado farto material que caracteriza suposta fraude eletrônica. “Para se ter uma ideia, a cada 40 litros abastecidos o consumidor era lesado em 3 litros. As quatro bombas e os oito bicos foram lacrados e o posto interditado. Todo o equipamento eletrônico
encontrado foi encaminhado para nosso laboratório onde será analisado.
Fico surpreso com a ganância desses estabelecimentos, que ainda acreditam que podem ficar impunes para sempre, sem serem descobertos”, informa.

Os fiscais analisaram os componentes internos de bombas de abastecimento

Hugo informou ainda que os proprietários terão um prazo de até 10 dias para apresentarem defesa e, caso a irregularidade seja constatada, poderão receber multa que varia de R$ 100 até R$ 1,5 milhões. O estabelecimento permanecia interditado, até o fim da tarde desta quinta-feira, dia 1º. A reportagem tentou contato com a direção do posto, mas não obteve êxito.
Segundo o Ipem, os consumidores que tiverem dúvidas em relação a qualquer tipo de serviço oferecido, podem ligar para a ouvidoria do órgão através do 0800 282 30 40, de segunda à sexta-feira, das 9 horas às 17 horas.

error: Conteúdo protegido !