Atualização: Morre homem que ficou gravemente ferido após incêndio em Resende

0

RESENDE

 

Morreu no início da noite desta sexta-feira, dia 6, Hélio Maia, de 40, que ficou gravemente ferido após um incêndio que ocorreu em sua residência. O incidente aconteceu na Rua Clodomiro Maia, no bairro Lavapés. Segundo relatos da equipe do Corpo de Bombeiros, o imóvel pegou fogo, por volta das 9 horas. No momento, ao menos quatro pessoas estavam no imóvel, sendo um casal e duas crianças. Durante a semana, dois irmãos morreram após uma tragédia semelhante em Angra dos Reis.

Sobre o primeiro caso, ainda de acordo com informações das autoridades, todos foram socorridos para o Hospital de Emergência Henrique Sérgio Grégori, no bairro Jardim Jalisco.

Informações sobre o estado de saúde dos envolvidos é que a mulher identificada como Nathiele da Silva, de 29 anos, seguia em estado grave e duas crianças receberam atendimento por inalar muita fumaça.

Os bombeiros controlaram as chamas na residência e a ação chamou atenção de diversos moradores, que registraram as imagens do imóvel e compartilharam pelas redes sociais.

Ainda segundo as autoridades envolvidas no caso, o casal tem outros dois filhos, mas eles não estavam em casa quando ocorreu o incêndio.

A perícia da Polícia Civil investiga a causa do incêndio com apoio dos Bombeiros. O Conselho Tutelar de Resende acompanha o caso.

 

FOGO EM ANGRA

Na quarta-feira, dia 4, Angra dos Reis voltou a ser destaque na mídia. Duas crianças, de quatro e cinco anos, morreram após um incêndio na residência onde moravam com os pais, no bairro Enseada.  Os dois – um casal, estavam sozinhos em casa e são filhos de um bombeiro, que estava em serviço no momento do incêndio. Seus corpos ainda não foram enterrados.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no bairro, na Rua Aristides Lopes de Souza, após informações do incidente. Lá, encontraram as duas crianças já socorridas pelos vizinhos, uma delas já em óbito. A outra chegou a ser socorrida e foi encaminhada para o Hospital Geral da Japuiba (HGJ), mas a unidade confirmou, por volta das 15 horas do mesmo dia, também o seu falecimento.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Angra dos Reis e ainda não foram liberados para o sepultamento.

O caso também será registrado na 166ª Delegacia de Polícia, que irá investigar as causas do incêndio.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !