Defesa Civil e DER reforçam que RJ-163 segue interditada por prazo indeterminado

0

RESENDE

O fluxo de veículos pela RJ-163 a via estadual que interliga a Rodovia Presidente Dutra, na altura de Itatiaia (Penedo) ao distrito de Visconde de Mauá (Resende), segue interditada por prazo indeterminado, conforme já salientado pelo A VOZ DA CIDADE ao longo desta semana. Nesta sexta-feira, dia 9, a Coordenadoria de Defesa Civil de Resende e também o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) ressaltaram que a medida é necessária devido às condições do clima chuvoso e, ainda, pelas condições da pista que apresenta trechos de instabilidade e também conta com barreiras ao longo de sua extensão, o que obstrui o fluxo de veículos. A assessoria de imprensa do DER-RJ confirmou à reportagem que a RJ-163 conta com aproximadamente 50 barreiras.

Segundo a Assessoria de Comunicação do DER, “se o clima ajudar o DER-RJ espera dar passagem para carros leves em 30 dias após o início dos serviços  (obras), que ainda não começaram pela instabilidade do solo e pelas chuvas. O prazo para liberação da via ainda é indeterminado”, frisa. Sobre as chuvas no período entre quinta e sexta, ressalta que “alguns deslizamentos foram bem grandes, o que torna o trabalho de remoção mais elaborado e complicado. São cerca de 50 barreiras caídas ao longo da via”.

A Defesa Civil de Resende também reforçou a informação de interdição por tempo indeterminado. “A Defesa Civil de Resende que encaminhou pedido de interdição ao Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio (DRM), que vistoriou e acatou. Seguimos entendendo que não há como liberar a via antes das obras. Enquanto não tivermos um laudo que nos comprove a segurança na estrutura da via para o tráfego de veículos, documento assinado por alguém que se comprometa perante o Ministério Publico, a via seguirá. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil reitera que a RJ-163 segue interditada por tempo indeterminado, tendo respaldo do DRM”, argumenta o coordenador Atanagildo de Oliveira Alves.

Seguindo o trabalho na RJ-163 a Defesa Civil instalou bloqueios fixos de concreto, gelo baiano, após a localidade da Capelinha e também no alto da serra – imediações da torre de transmissão. O gelo baiano vai impedir a circulação de veículos pela estrada no trecho compreendido entre Capelinha e Visconde de Mauá uma vez que o laudo do DRM considerou que a estrada ainda corre riscos de deslizamentos de encostas e desabamentos de partes da pista.

Devido à interdição o posto móvel da Guarda Civil Municipal, que fazia o bloqueio da RJ-163 desde o dia 4, foi retirado. Agora, a RJ-163, que é uma via estadual, volta a ser monitorada exclusivamente pelo DER.

Na Estrada Bonsucesso, região da Capelinha, equipes instalaram manilhas destruídas pelas chuvas

 

CAPELINHA E VARGEM GRANDE

Nesta sexta-feira ocorreu a desobstrução da Estrada do Bonsucesso, que liga as localidades de Vargem Grande à Capelinha. Ao menos duas equipes de trabalho retiraram entulhos vindos das encostas, em consequência das fortes chuvas. Apesar da desobstrução, o tráfego de veículos continua restrito aos veículos que estão trabalhando na via. O principal trecho de atenção foi o KM 1, próximo à vila de Vargem Grande, onde a força das águas estourou uma passagem subterrânea, arrancando manilhas e interditando a estrada. A prefeitura fez o preparo do leito da estrada antes de instalar no local as novas manilhas de 600 milímetros que vão ajudar a escoar a água. Do lado de Vargem Grande, outra equipe trabalha na limpeza e desobstrução da via partindo da Capelinha. No total, cerca de 10 quilômetros de estradas estão sendo beneficiados pelos serviços de limpeza.

APOIO SOCIAL

Em virtude das chuvas o acesso a algumas moradias na região da Capelinha foi prejudicado no fim de semana passado, mas segundo a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, todas as famílias foram mapeadas pelas equipes em campo e aquelas que necessitaram de apoio foram assistidas com fornecimento de água potável e mantimentos. Não houve relato de desalojados. Todos os acessos a partir da Estrada Bonsucesso estão desobstruídos.