Banco VR de Fomento discute economia solidária com representante de Maricá

0

VOLTA REDONDA

O coordenador de Políticas Públicas da Moeda Social da Secretaria de Economia Popular e Solidária da prefeitura de Maricá, Natan Melo Costa, esteve em Volta Redonda na quinta-feira, dia 19, para trocar experiências e conhecer os projetos do Banco VR de Fomento. Na pauta da visita, os assuntos principais foram economia solidária e o atendimento ao MEI (Micro Empreendedor Individual). “O município de Maricá já trabalha com a moeda social digital e possui Banco Comunitário e queremos passar nossa experiência para os gestores de Volta Redonda, além de aprender com as boas práticas implantadas neste município”afirmou Natan Costa.

O coordenador do Banco, Nelson Kruschewsky, lembrou que esta é uma visita em retribuição às duas vezes em que esteve em Maricá – ao lado da secretária de Políticas para Mulher, Direitos Humanos e Idosos de Volta Redonda, Dayse Penna – em janeiro e março deste ano. “Fomos conhecer o programa de economia solidária de Maricá para trazermos ideias para Volta Redonda”, disse Nelsinho. “No primeiro momento vamos apresentar o funcionamento da moeda social digital e do Banco Comunitário de lá para os representantes do Fórum de Economia Solidária de Volta Redonda e da Incubadora Tecnológica de Economia Solidária do Médio Paraíba, que fica na UFF (Universidade Federal Fluminense) Campus Aterrado”, contou o coordenador do Banco VR de Fomento, acrescentando que a tarde será dedicada a mostrar o trabalho do Banco e suas diversas áreas de atuação. Um dos destaques será o atendimento ao Micro Empreendedor Individual (MEI).

De acordo com o professor da UFF, Luiz Henrique Abegão, do departamento de Administração da Universidade, é bom conhecer o modelo da moeda digital de Maricá e de seu Banco Comunitário. “Pegamos o exemplo e adaptamos à realidade de Volta Redonda”, por isso a importância da discussão em grupo. O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, afirma que o fomento à economia solidária já é realidade no município. “No ano passado, realizamos o I Festival de Economia Solidária, com a criação da moeda social digital Arigó, que circulou durante o evento. E o segundo festival do tipo está agendado para os dias 31 de agosto e 1º de setembro no Memorial Getúlio Vargas, na Vila”. O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, disse que o governo municipal está investindo em todas as frentes do empreendedorismo. “Estamos fomentando a economia solidária, identificando as pessoas que atuam nessa área e verificando suas necessidades. Quanto ao micro empreendedor individual, a gestão atual também realizou diversas ações, como a retirada de taxas, capacitação e orientação em parceria com o Sebrae e o incentivo para participação nas compras publicas”, completou.

A visita do representante do município de Maricá promoveu troca de experiências sobre esse tema e também sobre o MEI. “É bom lembrar que as boas práticas implantadas no município de valorização do Micro Empreendedor Individual rendeu um dos prêmios de Prefeito Empreendedor do Sebrae para Volta Redonda”, disse Samuca.