Alunos visam conscientizar a população através de carta

0

BARRA MANSA

Alunos do CIEP-292 professora Jandira Reis de Oliveira, no bairro Getúlio Vargas estão mobilizados em ajudar a comunidade na qual estão inseridos. Através de uma carta, eles querem conscientizar a população a fazer o descarte correto do lixo.

De acordo com a aluna Maria Luiza Do Carmo Gomes, tudo começou por intermédio da disciplina intervenção e pesquisa, do 3º ano no Curso Técnico de administração com ênfase em empreendedorismo.  “Observamos a comunidade e detectamos que muitas pessoas não jogam o lixo no local correto. Com as fortes chuvas, os dejetos foram parar nos bueiros e córregos causando diversos problemas. Então, a carta vem para conscientizar, levar informações; a coleta funciona normalmente no bairro, mas é preciso que o morador faça a sua parte”, destaca.

Na carta é destacado que após as chuvas, a lama se transformará em poeira e as doenças respiratórias acometem a adultos e crianças.  “Os problemas não podem ser considerados apenas culpa dos governantes. Infelizmente temos uma parcela de culpa. A população não tem cuidado como deveria de seu ambiente, descartamos lixo sólido em locais indevidos, isto gera acúmulo de sujeira e proliferação de vetores causadores de doenças graves como a dengue e a leptospirose. Além de causar o entupimento de bueiros e áreas de escoamento das águas pluviais e isso consequentemente vai resulta em enchentes e alagamentos”, diz um trecho do documento.

A professora de língua portuguesa, Gleice Andreane, que atua em parceria com s disciplina intervenção e pesquisa destaca que a carta será entregue em locais de movimento pelo bairro. “Associação de moradores, igrejas e postos de saúde irão receber uma cópia, desta forma, conseguimos atingir um número maior de moradores. É o que podemos fazer para ajudar multiplicar o conhecimento e educação ambiental a população”, citou.

A diretora, Ângela Duque, diz que ETA contente com a iniciativa dos alunos. “Estou há quatro anos à frente da escola, é um bairro que tem seus problemas sociais, mas com a escola atuante, podemos transformar a vida das pessoas,  é uma forma de fazer com que o bairro seja referência”, citou.

Projeto 4×4

Em parceria com a Jaguar Range Rover os estudantes participam do desafio.Os alunos constroem um veículo de controle remoto com tração nas quatro rodas (4×4) dentro das especificações fornecidas pelo Comitê Internacional de Regulamentos. O veículo deve emular as capacidades de um veículo real 4×4. Cada equipe trará seu veículo em uma Final Regional para competir por um lugar na Final Nacional de seu país. Os campeões Nacionais de cada país são convidados então a competir na Final Mundial do Land Rover 4×4 in Schools. “Vamos aliar o desafio à carta e usar o veículo para fotografar onde o lixo tem sido descartado”, cita Maria Luiza.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !