Águas Agulhas Negras realiza limpezas preventivas que auxiliam no funcionamento das redes de esgoto em Resende

0

RESENDE

A concessionária Águas das Agulhas Negras, empresa responsável pelos serviços de saneamento básico no município, informa que realiza periodicamente as limpezas preventivas nas redes coletoras de esgoto.

A ação visa manter o bom funcionamento de todo o sistema com afastamento, coleta e tratamento do esgoto sanitário, como também as elevatórias, responsáveis por bombear o efluente até a unidade de tratamento. “Só no último ano foram realizados mais de 6 mil serviços de manutenção e limpeza preventiva em toda a cidade. Em grande parte, usamos o caminhão hidrojato, garantindo rapidez, eficiência e segurança na execução do trabalho”, disse o superintendente da empresa, Ivan Cezar Moura.

Entre as principais causas de extravazamentos estão a destinação incorreta do lixo e o lançamento indevido da água de chuva nas tubulações, fatores que prejudicam o desempenho das redes, dimensionadas para receber apenas a contribuição do esgoto doméstico. “As ações preventivas são realizadas diariamente, mas só isso não é suficiente. Alguns desconfortos ocorrem porque a tubulação não suporta todo o volume de água lançado na rede e acaba transbordando, provocando, em alguns casos, o retorno do resíduo para o imóvel”, esclareceu Moura, ressaltando que importante fazer a separação da água da chuva do quintal e do telhado direcionando-as para a rede pública de água pluvial.

O acúmulo de lixo torna a situação mais agravante, além dos danos na tubulação ele pode prejudicar o tratamento final do efluente. “Infelizmente é comum encontrarmos muito lixo nas tubulações, como absorventes femininos, papel, pano, preservativos, cigarros e restos de comida. Além disso, alguns estabelecimentos, como bares e restaurantes, despejam óleo de cozinha, que fica acumulado na parede do tubo, diminuindo sua área de escoamento e inevitavelmente ocasiona a obstrução. Para evitar prejuízos maiores estamos notificando os casos reincidentes de mau uso da rede”, informou Ivan.