Aman completa 75 anos em Resende

0

RESENDE

A Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) é a instituição de ensino superior responsável pela formação dos oficiais combatentes de carreira do Exército Brasileiro. Sua história tem início em 1810, com a criação da Academia Real Militar pelo Príncipe Regente D. João, sendo, inicialmente, instalada na Casa do Trem, no Rio de Janeiro, hoje Museu Histórico Nacional.

Ao longo dos seus mais de 200 anos de existência, a Academia Militar ocupou seis sedes. A partir de 1812, ela passou pelo Largo de São Francisco, pela Praia Vermelha, por Porto Alegre e pelo Realengo, até que, em 1944, ela chegou a Resende. Em 23 de abril de 1951, recebeu sua atual denominação: Academia Militar das Agulhas Negras. Há que se ressaltar que a Aman teve como seu grande idealizador o Marechal José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, militar que implementou uma série de mudanças significativas na formação dos oficiais do Exército na década de 1930 e criou o Corpo de Cadetes, com seu estandarte e uniformes históricos.

Herdeira dos ensinamentos e da tradição bicentenária da Academia Real Militar, é na AMAN que se inicia a formação do chefe militar, em um curso de cinco anos de duração, tendo o seu primeiro ano na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), na cidade de Campinas
(SP). Ao seu final, o concludente é declarado Aspirante a Oficial e recebe o grau de Bacharel em Ciências Militares, após ter cumprido uma grade curricular que inclui disciplinas ligadas às ciências humanas, exatas, sociais e militares inerentes às diversas especialidades que integram a Linha de Ensino Militar Bélica do Exército (Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia, Intendência, Comunicações e Material Bélico).

Comandada pelo General de Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, o ensino na Academia Militar é baseado em conceitos metodológicos modernos, buscando o desenvolvimento de competências indispensáveis para os “Líderes da Era do Conhecimento”.

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !