Zapeando

0

Frase do dia
“E Deus olhou, piscou e disse: estou contigo filha. Sempre!”
Versículo do dia
Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite. Salmos 90:4

Um grande ator que marcou vidas

Não sei se você que me lê agora se lembra de um personagem chamado Shazan. Criação de Walter Negrão para a novela ‘O Primeiro Amor’, que foi apresentada na Globo logo no início da década de 70, era interpretado pelo ator Paulo José e tinha a missão de, junto com Flavio Migliaccio que fazia seu parceiro Xerife, encantarem as crianças que assistiam a trama com as suas aventuras sempre ao lado de sua camicleta um caminhão-bicicleta  em que primeiro viviam aventuras e depois procuravam emprego e aventuras, se deparando com as mais inusitadas situações.
A novela ficou no ar entre 24 de janeiro e 20 de outubro de 1974, foi escrita por Walther Negrão, dirigida por Régis Cardoso e Walter Campos, e contou com 227 capítulos. Ah, um detalhe: produzida em preto-e-branco e a 10ª “novela das sete” exibida pela emissora.
A novela ficou marcada com a morte no meio da trama do ator Sérgio Cardoso que vivia o professor Luciano Lima e foi substituído por Leonardo Vilar. Ainda tinha Rosamaria Murtinho, Aracy Balabanian, Tonia Carrero, Marco Nanini, Elza Gomes, Nivea Maria entre outros.
Mas o que marcou mesmo foi à dupla Shazan e Xerife e tanto marcou que quando a trama terminou a Globo não pensou duas vezes e determinou que fosse criada uma série com os dois personagens – a primeira oriunda de uma novela.
A série que teve Walter Negrão como autor teve 66 capítulos cada um de 30 minutos em que os dois trapalhões saiam em busca de um tesouro.
O tempo passou, a dupla acabou. Voltou a se reunir em 1998, numa participação especial na novela Era Uma Vez (também de Walter Negrão), na qual o autor fez uma homenagem aos 25 anos de criação da dupla. Em um capítulo dessa novela, a dupla chegava à cidade da Nova Esperança em sua camicleta, despertando a curiosidade de seus moradores. Novamente, Paulo José e Flávio Migliaccio viveram os personagens. Foi a última apresentação dos dois personagens. Personagens que deixaram na memória daqueles que tiveram a oportunidade de vê-los grandes saudades.
Hoje, leio aqui no UOL que o ator Paulo José – com quem tive um dos momentos mais felizes da minha vida ao entrevistá-lo para o A VOZ DA CIDADE e ganhar dele um desenho como lembrança, receber o prêmio Leon Cakoff pelos mais de 60 anos de carreira. Mais que merecido.
Paulo não faz novelas desde 2014 quando fez o Benjamim em “Em Família” e portador da doença de Parkinson, Paulo – para alegria de seus amigos, faz ainda um pouco de cinema como o filme o palhaço com Selton Mello e recentemente ajudou a produzir um documentário “Todos os Paulos do Mundo”, que chega à São Paulo depois de ser exibido no Festival do Rio e abre as homenagens da Mostra ao mestre do cinema, do teatro e da televisão.
A homenagem feita pela produtora Vania Catanifoi mais que justa e feita na hora correta.
Confesso a vocês sou fã do Shazan, do Orestes, do cigano Jairo, do Benjamin, de todos os personagens que tive o prazer – e espero que você também tenha tido, de ver Paulo interpretando. E que venham mais…

Susto
Esta semana em “Pega pega”, Júlio (Tiago Martins) não vai acreditar quando ficar sabendo por Jefferson que suas tias Elza (Nicete Bruno) e Prazeres (Cristina Pereira) estão na piscina do hotel. Vai ser a partir daí que ela descobrirá o romance entre sua mãe Arlete (Elizabeth Savalla) e Pedrinho (Marcos Caruso). Por isso, ele se afastará da família e se tornará uma espécie de bad boy.

Denúncia
Tempo de Amar
Em “Tempo de Amar” furiosa porque José Augusto (Tony Ramos) conseguiu recuperar sua neta que havia sido dada em adoção pelas irmãs do convento onde Maria Vitória estava, Delfina (Letícia Sabatellla) anuncia a Irmã Imaculada (Bete Mendes) que Mariana está com José Augusto. A religiosa apenas lhe revela que isso pode ser perigoso para o fazendeiro, mas não faz, mas nenhum outro comentário.

Amante
Mariana Ximenes participa, nesta terça, do episódio de “Cidade Proibida”, – Globo, que tem o titulo de Suzana, onde ela e o marido (Caio Blat) vivem de dar golpes até ela conhecer Bonitão (José Loreto) e se apaixonar por ele.

Será?
A ex-BBB Ana Paula Renault não desistiu do sonho de se tornar uma apresentadora de televisão. Ela, segundo algumas fontes está negociando com a Rede TV!

Escolhidos
Tiago Iorc, Djavan, a dupla Simone & Simaria e Erika Ender (compositora de “Despacito”) já foram designados para fazer duetos com Roberto no seu especial de final de ano da Globo. Já o especial de fim de ano com o cantor Luan Santana foi cancelado pela emissora.

Saia justa
A jornalista Fernanda Gentil passa a fazer, a partir do dia 6 de dezembro, parte do time do “Saia Justa” no lugar de Taís Araujo que terá que antecipar sua saída.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !