Witzel diz que se até segunda-feira União não ajudar estados ficará difícil manter medidas contra coronavírus

0

ESTADO
Se o governo federal não se manifestar acerca de recursos para o Estado do Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel disse que não conseguirá manter as medidas protetivas para conter o coronavírus. Deu um prazo final até segunda-feira senão o caos financeiro será instaurado. Disse que após essa data, “a responsabilidade passa a ser deles (União)”.
“Nós estamos fazendo a nossa parte. Mas volto a dizer: se o governo federal até segunda-feira não apresentar algo que dê esperança para que as pessoas possam saber que não vão morrer de fome e não vão ter um cataclisma nas suas vidas, vai ser muito difícil continuar com essas medidas protetivas”, afirmou o governador, completando que a situação do estado já era ruim antes da crise.
O governador citou que não tem como pedir para autônomos e pequenos empresários ficarem em casa se não houver sinalização do ministro da Fazenda, Paulo Guedes, que vai colocar ao menos R$ 500 bilhões na economia.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !