Volta Redonda imuniza mais de dez mil pessoas contra o sarampo em 2020

0

VOLTA REDONDA

Volta Redonda não tem registro de caso de sarampo, mas aderiu à campanha nacional para colaborar com a interrupção da circulação do vírus no Brasil. Nos dois primeiros meses de 2020, o município registrou mais de dez mil doses aplicadas nas unidades da Atenção Básica de Saúde, entre adultos e crianças. E no próximo dia 7 de março, participa do terceiro Dia D de Vacinação Contra o Sarampo do ano.

Todas as 46 unidades vão funcionar no sábado, dia 7, das 8 às 17 horas, para receber o público alvo, que inclui crianças a partir de seis meses e adultos até os 59 anos. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é de que em torno de três mil pessoas procurem pela vacina no Dia D.

O prefeito Samuca Silva lembra que, desde outubro e novembro do ano passado, Volta Redonda trabalha para garantir a ampliação da cobertura vacinal contra o sarampo. “Nosso município quer contribuir para interromper a circulação do vírus do sarampo no país. E isso só vai acontecer com a vacinação em massa”, disse, parabenizando a população que tem procurado as unidades básicas para atualização do cartão vacinal.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Milene Paula de Souza, afirmou que a procura pelas unidades foi expressiva nos dois primeiros meses do ano. “Registramos mais de dez mil pessoas imunizadas em janeiro e fevereiro deste ano e estamos atualizando os dados do município no sistema nacional e-SUS”, afirmou.

O secretário de Saúde de Volta Redonda acredita que a participação do município nas campanhas vacinais propostas pelos governos Estadual e Federal é um compromisso com a saúde pública. “Assim como a realização dos Dias D, que facilitam o acesso da população à vacina. O funcionamento das unidades no sábado permite que toda a família seja vacinada, já que a maioria das pessoas não trabalha no fim de semana”, disse.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !