Volta Redonda contabiliza mais de duas mil empresas abertas

0

VOLTA REDONDA

Com base nos dados do Registro Mercantil Integrado (Regin), o município contabiliza o total de 2.823 empresas abertas desde 2017.  Neste período, foram 1.285 alvarás de funcionamento concedidos em 2017 e outros 1.538, no ano passado.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, a integração das secretarias pode garantir agilidade nos processos para emissão de alvará, melhorando a estrutura de atendimento no Regin. Ele incentivou uma reunião sobre esse tema com outros gestores do governo municipal, na sede da secretaria. “A desburocratização para implantação de empresas significa ampliação do mercado de trabalho e mais vagas de emprego”, disse.

Para o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, a geração de empregos é um das bandeiras da gestão municipal. “A implantação do Alvará Fácil gera receita, economia e empregos. É uma marca que quero para o nosso governo. Tivemos um bom resultado nesses quase dois anos de implantação, mas vamos trabalhar para agilizar ainda mais o atendimento”, afirmou. Segundo o coordenador do Regin, Marcos Cunha, somente em janeiro de 2019, a equipe recebeu 225 pedidos de alvará. “Esse já é um número expressivo, mas pretendemos avançar ainda mais”, disse.

O Regin é um sistema informatizado que integra os órgãos públicos envolvidos no Registro de Empresas (Junta Comercial, Registro Civil das Pessoas Jurídicas, Receita Federal, Secretaria de Fazenda Estadual, e prefeituras), com objetivo de desburocratizar os processos de abertura e alteração. “Antes do Alvará Fácil, o documento chegava a demorar mais de seis meses. Hoje, porém, temos condições de emitir um alvará em até 24 horas para uma empresa classificada como baixo risco, que não demanda fiscalização ambiental ou da Vigilância Sanitária”, informa Marcos Cunha.

O secretário de Meio Ambiente, Maurício Ruiz afirma que algumas atividades demandam fiscalização ambiental. “Aconselho que, antes de tomar a iniciativa de investir em um novo negócio, o empresário procure a prefeitura para se informar”, orienta.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !