Volta Redonda Cidade da Música participa de lives com Orquestra Sinfônica Nacional

0

VOLTA REDONDA

Jovens do Projeto Volta Redonda Cidade da Música participam até a próxima quinta-feira, dia 26, de três lives exclusivas para os alunos do projeto, com músicos da Orquestra Sinfônica Nacional (OSN) da UFF (Universidade Federal Fluminense). As aulas fazem parte do intercâmbio online realizado entre a OSN e o projeto desde julho, por conta da pandemia de Covid-19.

De acordo com a maestrina Sarah Higino, uma das coordenadoras do projeto em Volta Redonda, as lives são uma oportunidade para os jovens aperfeiçoarem suas habilidades e adquirirem conhecimentos básicos para todo músico. “É um grande momento para nossos jovens. Todo músico precisa conhecer história da música, línguas, e é isso que o projeto está proporcionando aos jovens da Orquestra de Cordas e da Banda de Concerto”, explicou Sarah.

Nesta terça-feira, 24, os intercambias puderam conhecer um pouco sobre o mundo da música antiga, medieval, sobre os instrumentos de época, sob o comando do conjunto Música Antiga da UFF.

Na segunda live prevista para esta quarta-feira, dia 25, os alunos terão a oportunidade de realizar um bate papo informal sobre os instrumentos de sopro fagote e oboé. A conversa será com o fagotista Jeferson Souza e o oboísta Rodrigo Herculado, que foi aluno do projeto Volta Redonda Cidade da Música durante sua juventude e hoje é músico da OSN.

No dia 26, quinta-feira, a programação acontece encerrando e comemorando os 250 anos do nascimento do famoso compositor Ludwig van Beethoven. “O mundo inteiro faz essa comemoração, e teremos uma live com o Quarteto de Cordas da UFF, onde eles irão falar sobre a vida do compositor e executar alguns dos famosos quartetos de Bethoven”, contou a maestrina Sarah Higino.

A diretora administrativa da Orquestra Sinfônica Nacional, Ana Paula Cerbino, conta que a proposta de parceria por meio do intercâmbio foi muito bem aceita e está beneficiando alunos e professores. “Para nós foi uma grande surpresa e está sendo muito prazeroso e positivo, tanto para os alunos quanto para os professores. Essa troca de saberes foi fundamental. Os alunos estão muito bem preparados e os profissionais enriqueceram essa parceria maravilhosa”, afirmou Ana Paula, acrescentando que estuda a possibilidade de estender a parceria para quando a pandemia acabar e levar a Orquestra Sinfônica Nacional a Volta Redonda.

Intercâmbio beneficia 50 jovens

O intercâmbio, com aulas online e lives, proporcionou uma nova forma metodológica e didático-pedagógica para diversificar e enriquecer o processo de aprendizado musical de 50 jovens, com idades entre 15 e 18 anos, integrantes da Banda de Concerto e Orquestra de Cordas do Projeto Volta Redonda Cidade da Música. O trabalho musical é desenvolvido com exercícios de técnica diária do instrumento e sugestão de repertório pelos professores, a partir do que cada aluno vem estudando. O repertório estudado vai compor o recital de encerramento do intercâmbio.

Em adaptação à nova realidade imposta pela Covid-19, uma plataforma de videoconferência aproximou os 35 músicos profissionais dos estudantes, que foram orientados por monitores e professores do projeto. Aulas virtuais de clarineta, contrabaixo, flauta, percussão, trombone, tuba, trompa, trompete, viola, violino e violoncelo foram realizadas. Quando possível, o encontro virtual contou com a estrutura online na sede do projeto, no bairro Vila Mury, respeitando os protocolos sanitários e de distanciamento necessários para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Durante o período de troca de experiência, os alunos também assistiram lives com residentes da Universidade Federal Fluminense.

O encerramento do intercâmbio, no próximo dia 2 de dezembro, terá recital da Orquestra de Cordas e Banda de Concerto do projeto e documentário preparado pelo Centro de Artes da UFF. A programação pode ser acompanhada pelo público através endereço virtual www.centrodeartes.uff.br.

error: Conteúdo protegido !