Volta Redonda avalia condições de saúde de caminhoneiros

0

VOLTA REDONDA
A Prefeitura Municipal de Volta Redonda e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Centro Regional de Saúde do Trabalhador do Médio Paraíba I de Volta Redonda (Cerest/VR), realizou nesta quarta-feira, dia 22, o “Comando em Saúde nas Estradas”. A ação aconteceu no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Rodovia BR-393, altura do Km 275, em Barra do Piraí. O objetivo foi avaliar as condições de saúde dos caminhoneiros, profissionais que viajam de norte a sul do país e quase nunca tem tempo de cuidar de sua saúde.
Com a participação de acadêmicos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Nutrição, Educação Física e Odontologia do Centro Universitário de Volta Redonda (UNIFOA), o evento contou com realização de testes de glicemia, pressão arterial, verificação de Índice de Massa Corpórea (IMC), exames de audição e visão, teste de força muscular, vacinação e avaliação clinica. Em caso de alteração clínica, os trabalhadores foram orientados a procurar acompanhamento médico especializado.
Por conta da pandemia, todas as medidas sanitárias foram adotadas como uso de equipamentos de proteção (luvas, máscara e capote), verificação de temperatura, e principalmente uso de álcool em gel, respeitando o distanciamento social como medida de segurança. “Além de todos os exames de saúde, ainda são oferecidos material informativos, brindes e lanche aos caminhoneiros. Este já é o sexto comando que realizamos na região e sempre com uma adesão muito grande destes trabalhadores”, informou a representante do Cerest/VR, Edineia Rosa Ferreira Sant’Anna.
O “Comando em Saúde nas Estradas” é uma parceria com a PRF, o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT), a concessionária K-Infra, além do Programa de Saúde do Trabalhador e Atenção Básica de Barra do Piraí.
Acompanhamento
Durante o evento, foi entregue pelo SEST/SENAT a Carteira Nacional de Saúde, desenvolvida pelo Ministério da Saúde para facilitar o acompanhamento da saúde destes trabalhadores em todo o território nacional. Na carteira deverão ser anotados todos os procedimentos de saúde a que ele for submetido como vacinações, tipo sanguíneo, uso de medicação, entre outras informações.