Vigilante ferido após tentativa de assalto em supermercado na entrada de Resende tem alta

0

RESENDE

Um vigilante ficou ferido, no início da madrugada desta quinta-feira, durante uma tentativa de assalto, ocorrida em um supermercado atacadista, localizado na Avenida Marcondes Godoy, no bairro Morada do Castelo, no trevo de entrada da cidade. O vigilante teve ferimentos na cabeça ao levar coronhadas de um dos cinco homens armados que tentaram invadir o local. Ele já teve alta do Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco, onde estava internado em observação. O bando desistiu de roubar o estabelecimento comercial ao perceber a chegada de viaturas do 37º Batalhão da Polícia Militar e fugiram levando um revolver calibre 38, um colete a prova de balas dos vigilantes e três aparelhos de celular dos funcionários. O Grupo de Investigações Gerais (GIC) da 89ª Delegacia Legal de Polícia Civil (RESENDE) já estão apurando o crime.

Cinco homens armados invadiram, por volta de meia noite e meia, o estabelecimento comercial e renderam um dos dois vigilantes, que estava fazendo a ronda no pátio do estacionamento e seguiram para o interior do supermercado. Os bandidos perguntavam onde ficava o cofre. “Ao perceberem que teriam mais funcionários no interior do supermercado e a chegada de várias viaturas da Polícia, os bandidos fugiram em um carro de cor escura, conforme relataram os vigilantes”, informaram os policiais militares.

SEGUNDO ASSALTO EM SUPERMERCADO

Este foi o segundo assalto em supermercado registrado em dois meses. No dia 11 de fevereiro, seis homens fortemente armados assaltaram o supermercado Máximo, localizado na Avenida João Ferreira Pinto, no Centro da cidade. O crime aconteceu quando o estabelecimento comercial estava fechando as portas.

De acordo com informações da Polícia Militar, três funcionários que estavam no local, foram rendidos pelos homens e amarrados no interior do supermercado. Em seguida, o bando fugiu levando a féria do estabelecimento comercial.

Já no dia 12 de fevereiro, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam, no início da madrugada, três homens suspeitos de cometerem assaltos na região Sul Fluminense. Eles foram flagrados com armas, acessórios para roubos, uma grande quantia em dinheiro e um carro roubado na rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Queimados, na Baixada Fluminense.

Por volta da 1 hora, policiais Rodoviários Federais faziam uma ronda, na altura do km 193, quando desconfiaram de um Jeep que passou em alta velocidade e decidiram abordá-lo. O motorista desceu do veículo apresentando-se como policial militar. Quando os agentes ordenaram que os outros quatro ocupantes também descessem, um deles saiu correndo em direção ao matagal e começou a atirar contra os policiais, que revidaram. Durante a troca de tiros, outro indivíduo também conseguiu escapar. Em buscas nas imediações, foi encontrado um revólver no matagal. Já durante revista no veículo, foram encontradas duas pistolas calibres 380 e 9mm escondidas no porta-malas, além de vários alicates, fitas adesivas, toucas, luvas, uma grande quantia em dinheiro e cheques. Logo em seguida, foi verificado que o motorista havia mentido e não era policial, tendo sido excluído da corporação há algum tempo. Uma outra arma que estava na cintura dele também foi apreendida. Além disso, o carro possuía placas clonadas e havia sido roubado há alguns dias.

Os policiais acharam R$ 300 mil dentro de mochilas, sendo cerca de R$ 12 mil em cheques e o restante em espécie. Os cheques seriam de um supermercado em Resende que teria sido roubado na noite anterior. Os suspeitos ainda tentaram subornar os policiais oferecendo toda a quantia em troca da liberdade do grupo. Eles receberam voz de prisão por corrupção ativa, porte ilegal de arma e receptação. O motorista que afirmou ser policial ainda foi indiciado por usurpação da função pública.

A ocorrência foi registrada na 53ª DP (Mesquita).

error: Conteúdo protegido !