Vídeo mostra estudante sendo agredido em colégio de Valença; envolvidos estão na delegacia

0

VALENÇA
Um vídeo começou a circular nas redes sociais na tarde de hoje onde um estudante é agredido com um tapa no rosto. O fato ocorreu em uma escola da cidade e o caso está sendo registrado na 91ª Delegacia de Polícia (DP).
Testemunhas apontam que a agressão partiu de um Guarda Municipal, o que ainda não está confirmado e que será investigado pela Polícia Civil. O A VOZ DA CIDADE entrou em contato com um representante da GM e da Prefeitura de Valença, que confirmaram o ocorrido, mas pontuaram que o fato e a responsabilidade do tapa serão apurados pelas autoridades competentes.
A GM, direção da escola e a família do jovem, que não teve a idade divulgada, chegaram na delegacia esta tarde e prestam depoimentos neste momento.

“Não compactuamos com esse tipo de atitude. Inadmissivel. Logo que eu sair da delegacia, vou abrir um processo administrativo contra o guarda, vou ouvir as partes envolvidas da GM e se for provado que foi ele, já vou o afastar do serviço e pedir suspensão imediata, e vou pedir a demissão conforme nosso estatuto”, disse ao A VOZ DA CIDADE o comandante da GM, Murat.
A princípio, a discussão teria ocorrido por causa de um boné, de acordo com testemunhas.

NOTA DA PREFEITURA

Procurada pelo A VOZ DA CIDADE,  a prefeitura enviou uma nota explicando: “A Secretaria Municipal de Educação de Valença, vem a Público informar, sobre a postagem de um vídeo nas redes sociais, envolvendo um agente da Guarda Municipal e um aluno da Rede Pública Municipal. De acordo com informações do comando da Guarda Municipal, já estão sendo tomadas todas as providências, dando apoio aos pais do aluno, para elucidar os fatos através de registro policial na 91ª Delegacia de Polícia, e se necessário haverá abertura de Processo Administrativo por meio da GM. A secretária Mara de Medeiros, informa que não compactua com qualquer forma de violência, constrangimentos ou maus tratos, zelando sempre pela garantia dos direitos dos educandos”.

O A VOZ DA CIDADE acompanha o caso e trará mais informações a qualquer momento.