Vereadores de Volta Redonda são informados que OS estará à frente de hospital no mês de abril

0

VOLTA REDONDA

Durante encontro ontem entre o prefeito Samuca Silva (PSDB), o presidente da câmara, Edson Quinto (PR), e os vereadores, José Augusto (PDT), presidente da Comissão Permanente de Saúde; e Fernando Martins (MDB), relator da comissão, foi discutida a saúde pública na cidade.  Foi informado aos parlamentares que está em fase final de elaboração o edital para contratação da Organização Social que passará a gerir o Hospital São João Batista. O vereador José Augusto informou que a comissão solicitou ao prefeito que ele retire a mensagem de lei que tratava da municipalização do HSJB.

“Nosso objetivo é que o edital seja lançado logo após o carnaval e que até o final de abril a OS já esteja operando na unidade. A maioria dos funcionários do HSJB recebe através de Regime de Pagamento Autônomo (RPA), alguns há mais de 20 anos e não contam com qualquer direito trabalhista. Queremos resolver essa situação”, destacou o prefeito.

Sobre a mensagem que tinha mandado para a câmara sobre a municipalização do HSJB, Samuca Silva explicou que ela então será adaptada dentro da nova proposta de gestão do hospital. Segundo ele, o novo modelo permitirá melhorias salariais e acabará com os RPAs, um problema para o servidor. “No Hospital do Retiro, com a nova gestão, já percebemos uma melhora significativa no serviço prestado a população. O HSJB, que é referência em urgência e emergência, vai ficar ainda melhor”, comentou Samuca.

Durante sessão de ontem no Legislativo foi aprovado um pedido para realização de uma audiência pública com representantes da OS do Retiro e da Secretaria de Saúde. O autor do pedido é o vereador José Augusto que explicou que a comissão quer ter números exatos sobre como era antes e depois da administração da OS. A data da audiência ainda será definida. “Solicitamos a devolução da mensagem para que tenhamos tempo hábil de discutir, mas a decisão de transformar a OS do HSJB independe da municipalização do hospital, afirmou.

REPRESENTANTES DA APAE

Também ontem o presidente da Câmara, Edson Quinto contou que levou o presidente da Apae, Mario Vitor, para um encontro com o prefeito Samuca Silva. Foi tratado sobre possíveis convênios entre a associação e a prefeitura. As medidas visam melhorar a funcionalidade da entidade, dando continuidade aos trabalhos já desenvolvidos. O presidente, Mario Vitor, disse que é importante esse diálogo com a gestão atual para dar prosseguimento em algumas pendências.

O presidente da Apae disse que a entidade precisa da compreensão e ajuda do Poder Público. Informou que são mais de 350 famílias que dependem do trabalho desenvolvido pela instituição.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !