Vereador propõe programa para divulgar cultura negra em Resende

0

RESENDE

O vereador Wilson Nunes Duarte Júnior, o professor Wilson (PL) sugeriu a prefeitura a criação de tour voltado para crianças e jovens nos locais históricos do município de alta relevância para a cultura negra. De acordo com o parlamentar, a proposta é que o Poder Executivo faça um estudo de viabilidade para que a superintendência municipal de Igualdade Racial passe a promover o programa Passeio Cultural junto às escolas da rede pública.

A medida, segundo professor Wilson, tem o intuito de difundir e valorizar a cultura negra entre os alunos. “O programa será uma importante ferramenta de aprendizado para as mais variadas faixas etárias, além de contribuir para o crescimento pessoal dos estudantes”, aponta o vereador, que é o presidente da Comissão Permanente de Promoção da Igualdade Racial e Combate à Intolerância Religiosa da Câmara Municipal de Resende.

Professor Wilson ressalta que a iniciativa deve ajudar a fortalecer o relacionamento entre os alunos e a estreitar os laços com os professores. “Atividades educativas fora do ambiente escolar são uma forma de quebrar a rotina, aprofundar o aprendizado e estimular o convívio social. Assim, o programa tem tudo para ser um sucesso sob vários aspectos”, destaca o parlamentar, lembrando que destinou emenda impositiva ao Orçamento Municipal para a compra de lanches para os alunos que participarem do projeto.

EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA E MÓVEIS

Em outras duas indicações, o vereador professor Wilson, também solicitou que a administração municipal adquira equipamentos de informática, entre eles, computadores, cadeiras e móveis para a unidade do PSF Surubi Velho e para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano. “Tais equipamentos são necessários para o PSF do Surubi Velho, pois objetiva propiciar um trabalho mais eficiente para a população, uma vez que a quantidade de computadores, cadeiras e móveis para arquivos atuais não estão suportando a demanda. Já a Secretaria de Desenvolvimento Urbano está necessitando de computadores para elaborar diagnósticos, estudos e pesquisas de natureza social e econômica necessários ao processo de planejamento do município; além de elaborar, acompanhar, controlar, avaliar e atualizar o Plano Diretor do Munícipio, entre outros planos, programas e projetos que visem ordenar a ocupação, uso ou regularização do solo urbano, em articulação com a Secretaria de Obras e Serviços Públicos”, explicou.