Vereador pede melhorias para área educacional no município

0

RESENDE

Preocupado com a infraestrutura nas escolas da rede municipal de ensino e com a interação dos estudantes, o vereador Sérgio Lima (PRB) teve aprovadas indicações solicitando que o Poder Executivo providencie as melhorias. Em uma das indicações, o vereador pede que seja construída uma rampa de acessibilidade no Colégio Municipal Getúlio Vargas, no bairro Cidade Alegria. A indicação visa atender alunos com deficiência ou mobilidade reduzida.  Já outra proposta, o vereador sugere a Secretaria de Educação do município o retorno dos grêmios estudantis nas escolas. As indicações foram aprovadas e encaminhadas para apreciação do prefeito Diogo Balieiro Diniz (PSD).

Segundo o vereador a instalação de rampa de acessibilidade tem o objetivo de melhorar a acessibilidade de alunos com deficiência ou mobilidade. A rampa facilitará o acesso à sala de recursos da unidade escolas. “Essa rampa vai ser de grande utilidade para os estudantes que têm dificuldade de locomoção. A ausência dela gera desconforto e constrangimento aos alunos com dificuldade de locomoção, além de pôr em risco a integridade física deles quando precisam se deslocar até a sala de recursos da escola”, argumentou o parlamentar, destacando que a medida vai permitir que todos os alunos tenham autonomia e segurança para utilizar as instalações do Colégio. “A ideia é fazer valer as leis que determinam que todas as pessoas, independente da mobilidade, devem ter as mesmas condições para usufruir de espaços e serviços de uso coletivo, sejam eles de uso público ou privado”, ressaltou.

Já em outra proposta, Lima propõe o retorno do Grêmio Estudantil nas unidades da rede municipal de ensino. A medida visa integrar os alunos às atividades de gerenciamento e otimização das escolas, promovendo novos canais de comunicação entre diretores de escolas, professores e estudantes. O vereador ainda explicou que a proposta vai criar novos mecanismos para que haja, entre os estudantes, uma maior vivência de organização social, experiências de tomada de decisões coletivas, planejamento em grupo, cuidados com o ambiente escolar, experiências culturais e esportivas, intercâmbio entre os mais variados segmentos da comunidade educacional e sociedade em geral, entre outros. “Meu principal objetivo com esta indicação é poder contribuir para uma educação pública de mais qualidade. Quando ajudamos a formar alunos mais conscientes e participativos na vida escolar, conseguimos ter cidadãos mais responsáveis e preparados para exercer a cidadania em sua plenitude. Esses jovens precisam passar a ter o protagonismo nas escolas”, justificou Sérgio Lima, acrescentando que os estudantes têm de ter voz ativa e ajudar diretores e professores nas discussões das demandas das unidades. “Juntos, os estudantes poderão desenvolver senso moral e ético, que os acompanharão ao longo de suas vidas”, completa.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !