Vereador denuncia suposta tentativa de compra de voto por parte de pré-candidato a prefeito de Valença

0

VALENÇA
Uma queixa-crime foi registrada na 91a Delegacia de Polícia pelo vereador Dr. Saulo na noite de quinta-feira, 1, contra o pré-candidato a prefeito Fábio Ramos. Segundo boletim de ocorrência, teria sido oferecida uma quantia de R$ 100 mil ao vereador para que votasse contra as contas do atual prefeito, Luiz Fernando da Graça. As contas foram colocadas para votação na quinta-feira no Legislativo. Os policiais chegaram em um local, onde já estavam o vereador e o pré-candidato Fábio e outro homem identificado como Ciro Guimarães, que seria, segundo informações, o pré-candidato a vice-prefeito, no momento em que era dada uma parte do dinheiro para o parlamentar. Os agentes foram acionados pelo próprio vereador. Fábio Ramos alega armação.
Segundo boletim de ocorrência feito por Dr. Saulo, há dois meses já tinha sido abordado por Ciro fazendo a proposta dele vir para a disputa da prefeitura junto com Fábio, como vice. E os pedidos continuaram até que recebeu uma mensagem por WhatsApp com um endereço no bairro Cruzeiro para um encontro. No local, de acordo com boletim, Fábio teria dito que não tinha conseguido sacar os R$ 100 mil, mas que tinha os R$ 20 mil. Fábio teria dito que o vereador teria que ir logo para a câmara, pois a votação das contas já tinha começado. O pré-candidato a prefeito disse que o dinheiro estaria em outro carro. O outro homem, Ciro, teria ido ao carro pegar um envelope. Quando o envelope estava sendo entregue a polícia chegou. No boletim de ocorrência consta que Fábio teria tentado correr, mas foi contido pelos agentes.
O vereador então teria ido para a câmara, onde votou a favor das contas. Policiais estiveram então na câmara para solicitar a presença do parlamentar na delegacia para prestar declarações.
Fábio Ramos, em suas redes sociais, teria se manifestado e negado qualquer oferta ao vereador Segundo ele, uma grande armação foi feita. “Não estou preso, foi uma grande armação. Eu faço política da mudança, da renovação e estou aqui de cabeça erguida e vou provar na Justiça toda essa armação que estão fazendo. Quero ganhar na urna deles porque sei que você, valenciano, que acredita na mudança, estará comigo”, disse. Ciro Guimarães, outro citado no boletim de ocorrência, não se manifestou. O A VOZ DA CIDADE está aberto para qualquer posicionamento que queira dar.

error: Conteúdo protegido !