Prefeito de Volta Redonda se reúne com representantes da Secretaria Penitenciaria para discutir parceria

0

VOLTA REDONDA

O vereador Sidney Dinho (PATRIOTA) intermediou um encontro do prefeito de Volta Redonda Antonio Francisco Neto (DEM) com a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP) na quinta-feira, dia 30. Na ocasião foi firmada parceria para oferecer cursos profissionalizantes da Fundação Beatriz Gama (FBG) a detentos da Cadeia Pública Franz de Castro, no bairro Roma. O subsecretário de Tratamento Penitenciário, Lúcio Alves, e a coordenadora em saúde da SEAP, Júlia Piffer, estiveram presentes na reunião.

Segundo destacou o vereador Sidney Dinho, a parceria vai promover economia aos cofres públicos estaduais e também a redução dos riscos de acidente, evasão e resgate de presos durante o transporte até o Rio de Janeiro. “Intermediei esse encontro com a SEAP para que houvesse esta parceria da Prefeitura de Volta Redonda na viabilização desse convênio em saúde, como uma rede de apoio”, informou o parlamentar, ressaltando que o preso da Cadeia Pública vai ser retirado do local para atendimento médico dentro da Rede de Saúde Municipal, visto que quando um preso é retirado do espaço e levado até o Rio de Janeiro. “Esse trajeto gera risco de acidente, evasão, resgate, além do comprometimento do efetivo policial disponibilizado para essa ação”, comentou o vereador.

Durante o encontro, Lúcio Alves citou que a inserção de cursos na qualificação profissional de detentos visa promover a reintegração no mercado de trabalho e sociedade. Atualmente, 302 detentos cumprem pena na Cadeia Pública em Volta Redonda. “A qualificação profissional para presidiários contribui com a ressocialização e reinserção deste público na sociedade, além de colaborar na redução da reincidência de crimes”, destacou Lúcio.

ACESSO DO PRESO NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE

Conforme explicou a coordenadora em saúde da SEAP, Júlia Piffer, quando um preso necessita de atendimento básico em saúde, ele é encaminhado para o Complexo Penitenciário de Gericinó (Bangu), no Rio de Janeiro. Por isso, a parceria visa facilitar o acesso do preso na rede municipal de saúde.  “O atendimento básico em saúde dentro de Volta Redonda vai facilitar o acolhimento dos detentos. Quando um preso precisa de um simples Raio-X, por exemplo, é encaminhado até o Rio de Janeiro para fazer o procedimento. Então, essa parceria que o prefeito nos atendeu prontamente vai direcionar esses detentos dentro da própria rede do SUS em Volta Redonda”, ressaltou.

Foi definido na reunião que os cursos inseridos na Cadeia Pública serão apresentados nas próximas semanas pelo diretor-presidente Vitor Hugo Gonçalves de Oliveira. Ainda durante a reunião, outra parceria foi firmada para que os apenados recebam acolhimento da Atenção Básica em Saúde no próprio município, onde está localizada a cadeia.

 

error: Conteúdo protegido !