Verba arrecadada com campanha de descarte de lixo eletrônico será revertida para Apae e Coopcat

0

BARRA MANSA

Para garantir maior adesão e participação da sociedade na terceira edição da campanha de Descarte Solidário de Resíduos Eletroeletrônicos, a ser realizada a partir do dia 22 deste mês, com culminância no dia 17 de outubro, aconteceu nesta sexta-feira, no Parque de Saudade, uma reunião entre representantes do Rotary Club Alvorada, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e da Prefeitura de Barra Mansa. No encontro, ficou definido que seis escolas da rede municipal, também serão pontos de coleta do material, as terças e quintas-feiras, a partir do dia 22.

Para garantir a segurança dos participantes da campanha, a ação na Praça da Matriz previsto para o dia 17 de outubro, acontecerá em sistema de drive-thru, das 8 às 17 horas. Segundo a prefeitura, a Guarda Municipal estará no local auxiliando no desvio do trânsito. O material recolhido será vendido e o recurso arrecadado será destinado a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Barra Mansa (Coopcat) e a Apae do município.

Quatro escolas localizadas nos distritos – Santa Rita, Amparo, Rialto, Antônio Rocha e Floriano -, uma na Vista Alegre e Vila Nova. A Subprefeitura da Região Leste, também será ponto de coleta.

Segundo o idealizador do projeto na região, em parceria com o Rotary de Volta Redonda, Anderson Ferreira de Oliveira, já foram 17 eventos realizados desde 2018, onde foram arrecadados 180 toneladas de materiais, cuja venda foi revertida para entidades. “Esses 180 mil quilos são como se enchêssemos 40 carretas de 30 metros cúbicos. E é importante frisar que foram retiradas em 17 dias. E fazemos a venda para empresa que faz o descarte correto do material que iria ser jogado no meio ambiente”, contou Anderson que é mestrando em ensino profissional em saúde e meio ambiente pela FOA.

Anderson lembrou que o dano do lixo eletrônico no meio ambiente é imensurável, não há como avaliar, em função da quantidade de elementos tóxicos que fazem parte da construção desses aparelhos.

ADAPTANDO CAMPANHA

De acordo com o representante do Rotary Club Barra Mansa Alvorada, e diretor de projetos especiais, Mário Lúcio de Souza, devido à pandemia da Covid-19, foram pensadas outras maneiras de realizar o projeto. “Pensamos uma forma segura e participativa de realizar a campanha. Nas outras edições, nas quais também participaram os três Rotarys de Barra Mansa, tivemos uma boa adesão da população e de patrocinadores, acreditamos que, nesse esquema drive-thru, manteremos os bons índices de descarte”, disse o diretor.

O coordenador da Coleta Seletiva do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Sérgio Antônio da Silva, falou sobre a importância da iniciativa. “Desde quando inserimos essa campanha em nosso cronograma de ação percebemos que muitas pessoas precisam desta iniciativa. Lembrando que o descarte incorreto deste material é extremamente prejudicial ao meio ambiente. Além disto, conseguiremos reverter o valor do material arrecadado em recursos que irão ajudar as entidades sociais do município em manter seus projetos”, concluiu.

error: Conteúdo protegido !