Veículo adulterado é apreendido pela PRF na BR-393, em Barra do Piraí

0

BARRA DO PIRAÍ

Durante mais uma fiscalização de rotina, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam um veículo adulterado. O flagrante aconteceu no início da noite de quarta-feira, dia 5, próximo ao Km 275 da BR-393, em Barra do Piraí.

Segundo informações da PRF, durante a ação, os policiais deram ordem de parada ao condutor da Scania/T113t vermelha, que tracionava o semirreboque SR/Rondomix CTR 3E cor preta ostentando placa de Anchieta (ES). Após consulta aos sistemas policiais, foi verificado que o veículo semirreboque constava registrado com carroceria diferente da existente no momento da abordagem, o que levantou suspeita. Ainda de acordo com a PRF, durante a verificação dos sinais identificadores, os agentes constataram que o veículo possuía características diferentes do fabricante original. Os agentes explicaram que em virtude da forte destruição dos números dos chassis e demais identificadores, não foi possível realizar a identificação do veículo original.

O CONDUTOR ALEGOU DESCONHECER OS FATOS

Aos policiais, o condutor do veículo, de 29 anos, que se deslocava do Espírito Santo para São Paulo, informou que desconhecia os fatos e que teria comprado o veículo de um homem que foi identificado, mas será procurado e convocado para esclarecimentos dentro do processo de investigação da 88ª Delegacia de Polícia (DP) de Barra do Piraí. O condutor foi levado para a unidade policial, prestou depoimento e foi liberado em seguida. A princípio, de acordo com a PRF, ele será enquadrado no crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

O semirreboque adulterado, que está carregado com carga de cálcio,  permanecerá retido no pátio da PRF no Km 275 à disposição da 88ª DP para a realização dos procedimentos de perícia técnica e exame metalográfico. A PRF acredita que o veículo apreendido é proveniente de furto ou roubo, porém somente após a perícia poderá ser confirmado qual é o veículo original e demais fatos e responsabilidades criminais dos envolvidos.