Troca de comando do 5º CPA reflete mudanças em três de quatro batalhões

0

VOLTA REDONDA/SUL FLUMINENSE

Aconteceu hoje, às 11 horas, na sede da 5ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), no bairro Vila Mury, a cerimônia de troca de chefia do 5º Comando de Policiamento de Área (5º CPA). O coronel Cleber Silva Maia assumiu o cargo de comandante no lugar do coronel Antônio Jorge Goulart. Na ocasião, mudanças nos batalhões da região foram anunciadas.

O 5º CPA, com sede em Volta Redonda, é responsável por quatro Batalhões da Polícia Militar na região, o 10º BPM de Barra do Piraí, 28º BPM de Volta Redonda, o 33ª BPM de Angra dos Reis, e o 37º BPM de Resende. Somente no último deles não haverá mudanças, segundo comunicado do coronel Cleber à imprensa presente.

Volta Redonda terá pela primeira vez no comando uma representante mulher. “A tenente-coronel Luciana Rodrigues de Oliveira. Uma oficial inteligente e de confiança que indiquei ao cargo, assim como os demais”, comentou Cleber, lembrando que o fato já foi oficializado no boletim interno da Secretaria de Polícia Militar. Luciana, que ficará responsável também pelas companhias de Barra Mansa, Pinheiral e Rio Claro, era comandante do Batalhão de Policiamento em Áreas Turisticas (BPTur), no Rio de Janeiro. Ela assume o comando no lugar do tenente-coronel Julio César Vieira Veras, já exonerado, que estava no comando do Batalhão da Cidade do Aço desde março de 2018.

O coronel Cleber Silva falou pouco com a imprensa local, mas explicou que ainda é necessário conhecer e avaliar o terreno, quando questionado sobre seus planos a frente do 5º CPA. Ele disse que mora em Paraíba do Sul e conhece a região, mas é preciso estudar cada cidade e suas carências para levantar as possibilidades a serem realizadas. Ele frisou, no entanto, que pretende aperfeiçoar ainda mais o trabalho realizado no 5º CPA pelo coronel Antônio Jorge Goulart.

Ao ser perguntado sobre o índice de criminalidade de Angra dos Reis e se a mesma será a que terá mais atenção, ele lembrou que o aumento do crime ocorre notoriamente em todos os lugares e que deve ser combatido efetivamente sem restrição.

O coronel Cleber também realizou mudanças no 10° BPM (Barra do Piraí), que passa a ser comandado pelo tenente-coronel Robson Alves Maia, que era lotado no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP). Já o 33ª BPM de Angra, responsável também pelas companhias de Paraty e Mangaratiba, será comandado pelo também tenente-coronel Marcelo Martins da Silva, que estava lotado na Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP).

CURRÍCULO

Cleber Silva Maia é natural do Rio de Janeiro. Nascido no ano de 1968. Casado e pai de dois filhos. É formado: curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (1989/91); curso de Direção Defensiva (1992); curso de Técnica de Ensino do Centro de Especialização e Reconflitamento da PMRJ (1995); curso de Investigação e Perito Criminal da Academia de Polícia Militar Dom João XI (1998); curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (2000), em Alagoas; curso de Direitos Humanos na Academia de Polícia Militar de São Paulo (2001); curso Superior de Polícia na Escola Superior da PMRJ (2007); curso de Comando em Incidentes ministrado pela Guarda Costeira Americana (2011); cursos civis, bacharel em Direito na Universidade Gama Filho, MBA em Gestão de Segurança Pública, pela Universidade Getúlio Vargas; e atualmente cursando Administração Pública, pela Universidade Federal Fluminense.

DESPEDIDA

O coronel Antônio Jorge Goulart anunciou na ocasião que o comando do 5° CPA iniciou e encerrou sua carreira. “Não havia outro caminho a ser trilhado. A luta sempre foi pelos interesses da Polícia Militar, sobretudo da sociedade do Estado do Rio de Janeiro. Nosso lema é servir e proteger a sociedade, por tanto, não pode haver dúvidas. O bem social deve estar acima dos interesses institucionais e acima dos interesses individuais”, disse. “Ao término do meu ciclo na Polícia da Militar do Estado do Rio de Janeiro, agradeço a todos os meus comandantes e instrutores, e digo: sempre procurei assimilar o que tinha de melhor. Creio que me tornei o que pude extrair um pouco de cada um deles”, comentou, agradecendo a confiança do General Richard Nunes, em lhe designar a uma honrosa missão de comandar o 5° CP. “Foram nove meses de muito trabalho, resultados e conquistas para o povo e para a região”, concluiu.

O coronel Marcos Vinicius da Silva Mello será o novo subcomandante do 5° CPA.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !