Trilha de XCO Olímpico do UBM é reaberta e agrada adeptos da modalidade

0

Com a participação de mais de 100 ciclistas, na manhã de ontem, foi reaberta a pista de Cross Country Olímpico (XCO) modalidade do mountain bike, que está localizada nas dependências do  Centro Universitário de Barra Mansa (UBM). O XCO funciona em circuitos com vários obstáculos naturais e artificiais, é uma modalidade mais radical que a maratona e com dificuldade mais alta do que outras modalidades, exigindo muito mais experiência do ciclista.

Último obstáculo da trilha requer muito equilíbrio para ser transporto – André Matheus

Ao falar sobre a trilha, o prefeito Rodrigo Drable, que percorreu circuito, elogiou bastante o alto nível do percurso. O prefeito Rodrigo Drable participou do Expo Bike, percorreu a trilha e disse que ficou encantado com o nível profissional do percurso. “A pista de XCO do UBM abre para Barra Mansa a possibilidade de receber eventos de padrão internacional, é uma pista bastante exigente e de ótimo nível” destacou Rodrigo, aproveitando para agradecer todos os envolvidos na reabertura da trilha. “Agradeço muito a todos os profissionais envolvidos nesse trabalho, que não têm medido esforços para melhorar a nossa cidade”, acrescentou

De acordo com o gerente de Juventude, Esporte e Lazer, Marco Cambraia, a trilha tem um trajeto de aproximadamente três quilômetros e só possui subidas e descidas, não tem plano e é bem curta. “É uma prática que envolve muita técnica por parte dos ciclistas pela característica pesada que fazem parte da modalidade”, destacou Cambraia.

O diretor do UBM, Fernando Vitorino, ressaltou  que o objetivo do evento é abrir espaço para competição e atletas de alto nível, que atenda não só o público que está começando a prática esportiva. “Um espaço onde poderão ser realizados grandes competições. Isso é melhoria da qualidade de vida do município. É um espaço com percurso para profissionais”, destacou.

O ciclista Hugo Maciel, foi um dos que elogiou bastante a trilha, porém destacou que é preciso cautela para fazer o percurso. “É um percurso relativamente curto, porém com obstáculos naturais e que exigem técnica e muita força física para superá-los”, destacou o ciclista, acrescentando que os mais novos deverão procurar orientação com os mais experientes. “A trilha pode ser vencida por todos os ciclistas, porém, a cautela é primordial, para evitar acidentes, e uma conversa, o pedido de orientação com os mais experientes, pode evitar surpresas desagradáveis”, citou Hugo.