Transporte irregular de bobina metálica é flagrado pela PRF em Resende

0

RESENDE

No início da tarde de quinta-feira, dia 4, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou, em Resende, o transporte irregular de uma carga de bobina metálica.

O fato ocorreu por volta do meio dia, quando a equipe em ronda teve a atenção voltada para o conjunto veicular de carga (CVC – carreta) formado pelo cavalo-trator Scania/P 360 A4X2, com placas de Pindamonhangaba/São Paulo,  e o semirreboque SR/Facchini SRF Caed, placa de Taboão da Serra/SP, transportando uma bobina metálica. O mesmo foi abordado na altura do Km 25 da Rodovia Sebastião Alves do Nascimento (BR-354), também conhecida como Rio x Caxambu, em Engenheiro Passos.

Durante a fiscalização foi verificado que a bobina metálica pesava 28,5 toneladas e era transportada com amarração insuficiente, estando fixada apenas por duas cintas de topo, em desacordo com a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Cotran). A mesma exige no caso de bobina metálica com peso superior a 20 toneladas, sendo transportada na posição horizontal, sete cintas de amarração, sendo três pelo topo e quatro por dentro da bobina de forma direta.

Segundo a PRF, o transporte deste tipo de produto em desconformidade com as normas põe em risco o a segurança do trânsito, já que em uma manobra brusca ou acidente a bobina pode se soltar passando pela cabine do veículo e destruindo-a completamente causando lesões graves ou até mesmo a morte dos ocupantes do veículo. “Ou pode vir a cair na via atingindo outros veículos com consequências graves, até mesmo, se vir a cair em cima de um veículo menor, pode literalmente amassar o veículo com seus ocupantes causando óbitos”, disse por meio de nota a PRF.

Desta forma, o veículo foi multado e retido até que fosse realizada a regularização.