Tomada Urbana realiza Operação Lambe Lambe nesta sexta-feira em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Dando continuidade a sua programação, a 10ª edição do Tomada Urbana realiza amanhã no bairro Bom Pastor a partir das 17h30min a oficina de Mandala, oficina Jovem Montanhista, brincadeiras infantis, além da Operação Lambe Lambe – Porque sou forte? do Coletivo Nebulosas de Resende.

Nebulosas é um coletivo de mulheres das mais diversas áreas de Resende que pesquisam histórias de outras mulheres que ficaram fora dos livros de história. Membros do coletivo, militam pelos direitos a partir de ações artísticas, oficinas, e movimentos. Nebulosa é o nome do único livro de Narcisa Amália. Lambe Lambe são intervenções urbanas produzidas através de papel, água e cola e recortes com mensagens contra a opressão.

Realizado pelo Coletivo Teatral Sala Preta, o evento conta com o apoio da Prefeitura de Barra Mansa, por meio da Fundação Cultura, e faz parte do Calendário Cultural do município, previsto no Sistema Municipal de Cultura – SMCBM, na Lei 4.602/2016. São dez dias de teatro, dança, artes visuais, performances, poesia e oficinas.

Luisa Ritter, produtora do Sala preta conta que a realização da Tomada Urbana em Barra Mansa promove a formação de plateia. “Quem se forma é o artista em cena, ao celebrar, vibrar e compartilhar com público sua arte. O espectador de rua se (trans)forma, transcende no seu papel de plateia, porque vivencia a obra, e isso é pra sempre. Dessa forma, o cidadão barramansense tem contato gratuito com artistas de vários lugares do mundo e com a arte do teatro em seu território cotidiano.”, afirmou.

O presidente da Fundação Cultura Barra Mansa, Marcelo Bravo, conta que a Tomada Urbana é um projeto que inspirou o Programa de Ocupação Cultural de Barra Mansa (POC). “O programa foi elaborado em sede de Conselho Municipal de Cultura com ampla participação da sociedade civil, e a Sala de Espetáculos Tulhas do Café ofereceu as ideias mais inovadoras em relação à ocupação de uma unidade pública de cultura”, relembra.

PORQUE TOMAR A CIDADE?

As oportunidades de consumo cultural, especificamente em artes cênicas, são economicamente inviáveis para a maioria da população de Barra Mansa. Ao tratar de consumo de cultura, não necessariamente trata-se de valor instituído ao ingresso pago, mas sim à presença que o espectador dedica à ‘acontecência’ espontânea que interrompe seu cotidiano. O teatro de rua é, comumente, compreendido como um modo espetacular que busca este lugar de convivência pública. A rua é o lugar de encontro com um público particular, o público popular.  “Entre os principais resultados da Tomada Urbana, além da fruição da livre arte de rua, destaca-se a difusão do artigo 5º da Constituição Brasileira de 1988, especialmente os itens IX e XVI, respectivamente sobre o direito à livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença; e que todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada”, destaca Luisa.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

DEZEMBRO

SÁBADO 01.12 – Bairro Roberto Silveira

5h Teatro: Feira Medieval de Variedades – Curso Sala Preta (Barra Mansa)

Performance: Tecitura – Coletivo Flor de Maio (Volta Redonda)

Performance: Pregador Pregadora – Gabriel Sanpêra (Barra Mansa)

Performance: Borralho ou bruma do lume envolta com sua cinza – Encontros para estar em Cia. de Samuel Beckett (Rio de Janeiro)

Operação Lambe Lambe – Porque sou forte? Coletivo Nebulosas (Resende)

QUARTA-FEIRA 05.11 – Praça da Matriz

14h30 Teatro: Estamos em Obras – Coletivo Sala Preta (Barra Mansa)

19h Performance: Geração Queen – Lílly Riuby e Stacy Riuby (Barra Mansa) – Praça da Liberdade

QUINTA-FEIRA 06.11 – Praça da Matriz

14H30 Teatro: Estamos Em Obras – Coletivo Sala Preta (Barra Mansa)

SEXTA-FEIRA 07.11 –   Rua Rio Branco, Centro

17h Música: Catch a Fya (Barra Mansa)

Dança: Corpo Consciente – Henna Melo (Volta Redonda)

Poesia: Versos Ferinos – Albinno Oliveira Grecco (Barra Mansa)

Poesia: Nu de boca, palavra desengavetada – na Mira ira (Barra Mansa)

Performance Poética: Ruído Permanente – Marianela Luna (Rosário, Argentina)

Performance: Gangorra – Demonstração Of. Projeto Teatro para Viver (Barra Mansa)

Performance: Amapo – Vika Flor (Barra Mansa)

Performance: Penetrações Infinitas – Toda (Barra Mansa)

Operação Lambe Lambe – Porque sou forte? Coletivo Nebulosas (Resende)

SÁBADO 08.12- Praça de Matriz

15h Teatro: Feira Medieval de Variedades – Curso Sala Preta (Barra Mansa)

Teatro: O Mito de Sísifo – Coletivo de Teatro Contramão (Taubaté SP)

Teatro: Alguém acaba de morrer lá fora – Cia Chão De Estrelas (Angra dos Reis)

DOMINGO 09.12 – Sala de Espetáculos Tulhas do Café

10h Oficina: Comunicação Criativa com Luisa Ritter (Sala Preta – Barra Mansa)

12h Almoço Coletivo

14h Oficina: Colagem Manual – Epigrafart (Volta Redonda)

16h Encontro Tecendo Redes (convidados: grupos participantes e Rede Maré)

20h Encerramento

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !