Suspeitos foram presos em Jacareí e em Diadema no interior paulista

0

RESENDE/SÃO PAULO

Uma mulher e um homem, cujas identidades e idades não foram reveladas, foram presos durante a operação realizada na terça-feira, dia 22, que teve como objetivo o cumprimento de três mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão contra traficantes de uma organização criminosa que abastece municípios da Região Sul Fluminense e comunidades cariocas. A Operação foi realizada por agentes da 89ª Delegacia de Polícia (DP) coordenados pelo delegado titular, Michel Floroschk e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o apoio da Polícia Civil de São Paulo. Ao todo 80 agentes participaram da ação.

As investigações revelaram que o transporte da droga era feito pela Rodovia Presidente Dutra, inclusive com apreensões feitas na região Sul Fluminense. Desde outubro, mais de uma tonelada de cocaína pura desta quadrilha foi apreendida, ocasionando prejuízo de R$ 25 milhões aos investigados.

Computador, documentos, pen drive foram apreendidos durante a operação- Divulgação Polícia Civil

 

O delegado titular da 89ª DP, Michel Floroschk informou que duas pessoas foram presas, uma em uma mulher que seria integrante de uma facção criminosa e um homem flagrado com uma arma de fogo. Eles foram presos durante diligências realizadas em Jacareí e em Diadema, no interior de São Paulo. Além disso, os policiais também apreenderam computadores, documentos, pen-drive e uma espingarda com dois cartuchos. Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Resende. “O objetivo da operação era prender integrantes de uma organização criminosa que realizava o transporte de cocaína para a cidade do rio de janeiro. As investigações demonstraram que no dia 5 de outubro, após cerco da Polícia Rodoviária Federal alguns membros da organização abandonaram veículos carregados com mais de 500 quilos de cocaína em Resende. Após diligências identificamos três integrantes da organização. A ação desta terça-feira tive como objetivo prender novos estes suspeitos identificados bem como colher novos elementos e ainda prender a participação de novos integrantes da facção criminosa”, explicou o delegado informando que dois suspeitos alvos da investigação não foram localizados. “Vamos dar prosseguimento das investigações”, completa.

Uma espingarda e duas munições foram apreendidas com um homem preso na Operação -Divulgação Polícia Civil

DESDOBRAMENTO DO CASO

A operação aconteceu em cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo e é um desdobramento das investigações realizadas pela 89ª Delegacia de Polícia Civil e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os acusados foram identificados após monitoramento de traficantes que transportavam cocaína pela Rodovia Presidente Dutra. Os agentes verificaram que cinco carros levavam a mercadoria e contavam com suspeitos que andavam nos chamados “veículos batedores”, que asseguravam o transporte seguro do produto.
No dia 5 de outubro, policiais rodoviários apreenderam dois automóveis em um posto de gasolina, em Resende, com quase 500 quilos de cocaína. Dois integrantes da organização criminosa foram presos, sendo um no pedágio da Via Dutra, em Guarulhos (SP), conduzindo um veículo com 323 quilos de cocaína pura e outro no Posto da PRF de Lavrinhas, também em São Paulo, com 349 quilos de cocaína. Após as apreensões, os agentes realizaram um trabalho de inteligência, identificaram diversos membros da organização criminosa e montaram a operação para prender os acusados.

As investigações continuam para identificação de todos os acusados que atuam no tráfico de drogas interestadual no Rio de Janeiro e em São Paulo.

error: Conteúdo protegido !