Pai é suspeito provocar queimadura com água fervendo em filho de dois anos e onze meses

0

BARRA MANSA

Policiais militares da 2ª Cia. do 28º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram acionados no final da manhã do último domingo, dia 9, a comparecer à Santa Casa para checar informação de lesão corporal contra uma criança, de dois anos e onze meses. No local, os policiais fizeram contato com uma mulher, de 39 anos, que teria informado que seu companheiro, ao chegar à residência, no bairro Ano Bom, aparentemente sob efeito de drogas, começou a discutir com ela.

Ainda de acordo com os relatos da mulher, no momento da discussão ela estava fervendo água para fazer café e que ao pegar a leiteira o suspeito teria batido em sua mão, derrubando a água na criança. Ela explicou ainda que, quando percebeu que o filho tinha sido atingido, o companheiro dela fugiu de casa.

Informados sobre a fuga, os policiais realizaram buscas pela localidade e adjacências, mas não conseguiu localizar o suspeito.

A mulher ainda teria informado que já existe registro policial em desfavor de seu companheiro. No entanto, ela não informou o motivo.

Até o fechamento desta edição, a criança seguia internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pró Baby da Santa Casa de Barra Mansa e o estado de saúde da criança não havia sido informado.

Na 90ª Delegacia de Polícia (DP), a mulher pediu a inspetora de plantão para ir até o hospital ficar com o filho e que em seguida retornaria à unidade policial para registrar o caso. O pedido foi atendido e ela seguiu para unidade hospitalar para acompanhar o filho.

error: Conteúdo protegido !