Suspeito de chefiar tráfico é preso em mototáxi fazendo distribuição que seria entregue no Rio

0

PIRAÍ

Uma ação para combater o crime, realizada pela equipe do 10° Batalhão da Polícia Militar (BPM), resultou na apreensão de farto material do tráfico ontem, em Piraí. Na ocasião cinco pessoas foram detidas, mas somente duas permaneceram presas, sendo uma delas o suposto chefe do tráfico na cidade. Ele estaria preparando o material para ser levado para o Rio de Janeiro.

Segundo registro da 94ª Delegacia de Polícia (DP), por volta das 12h30min, os militares em serviço pela Avenida Guadalajara, abordaram um mototáxi. Este veículo era conduzido por um homem que transportava um passageiro. Quando o condutor retirou o capacete, a guarnição viu que se tratava de um individuo já conhecido por ser o suposto chefe do tráfico de uma facção em Piraí, responsável pela distribuição de drogas na cidade. Foi feita revista no homem, onde farto material do tráfico foi encontrado em sua mochila, além de R$ 1 mil em sua cueca.

“Indagado, ele assumiu ser o chefe e responsável da distribuição das drogas no município. Ele ainda disse que essa droga estava de posse de um outro suspeito e que o mesmo pegou com ele e levaria até o Morro da Prefeitura, onde iria enterrar e posteriormente iria ligar para um traficante que viria do Rio de Janeiro buscar”, registrou a PM.

Material seria enterrado para um traficante do Rio buscar e levar para a capital – Divulgação

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao motociclista e a equipe foi até a casa do suspeito de ter entregado a droga para a distribuição. Com ele nada de ilícito foi encontrado. Um terceiro suspeito foi encontrado na casa do motociclista, sendo o mesmo preso. No local, drogas foram encontradas em um armário e também em um sofá.

No total foram apreendidos três tabletes de maconha e uma ‘aranha’ contendo 70 invólucros da mesma erva, um total de 150 gramas; três invólucros de cloridrato de cocaína e três potes da mesma substância (193 gramas); R$ 1,1 mil em espécie; farto material para endolação; fita adesiva; três celulares; um invólucro contendo erva seca prensada com peso líquido total de 1,8 gramas e uma cartela contendo um comprimido usado na mistura e preparo de entorpecentes.

Diante dos fatos, o motociclista e o suspeito que estava na sua residência permaneceram presos, autuados nos artigos 33 e 35 da Lei 11343/06, tráfico. Outros três suspeitos foram encaminhados para a delegacia, mas foram ouvidos e liberados.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !