Suspeito de assassinar trabalhador rural em Paraíba do Sul é preso em Juiz de Fora

0

PARAÍBA DO SUL/JUIZ DE FORA

Agentes da 107ª Delegacia de Polícia Civil (DP) com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam neste sábado, dia 6, em Juiz de Fora (MG), um homem, de 35 anos. Ele é suspeito da morte do trabalhador rural, Albino da Silva Paes, conhecido como “Bininho”, de 44 anos, ocorrida no dia 22 de fevereiro. O corpo de Albino não foi encontrado até o fechamento desta reportagem.

Segundo da Polícia Civil, Albino estava se separando da mulher e havia deixado a casa na zona rural da cidade e, desde este dia, não foi mais encontrado. Familiares da vítima, registraram o seu desaparecimento na delegacia. Após investigação, os policiais descobriram indícios de que o trabalhador rural havia sido assassinado. Eles encontraram grande quantidade de sangue, cartuchos de munições deflagradas e também a bainha de um punhal que Albino carregava para sua proteção, em uma estrada da zona rural, nas proximidades do sítio que ele estava morando com a mãe e as irmãs. O carro de Albino também foi encontrado incendiado em uma estrada de terra na zona rural de Simão Pereira, em Minas Gerais.

Na casa do suspeito, em Três Rios, policiais encontraram munições-Divulgação PC

Com as provas do crime, os policiais chegaram até o suspeito da morte do trabalhador rural, que é morador de Três Rios e, há oito anos mantinha um relacionamento extraconjugal com a companheira da vítima.

As apurações contaram com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal. “Foram inclusive encontradas fotografias recentes na qual o suspeito aparecia portando arma do mesmo calibre usado no crime. Em sua casa, ainda foram apreendidas munições e uma roupa suja, com vestígios de sangue humano”, contou um policial Civil. Ele disse que a motivação do crime seria ciúmes. “O suspeito teria ciúmes da vítima. Ele não aceitava o fato de Albino continuar frequentando a casa onde morava a companheira e os filhos”, informou o agente, destacando que a prisão temporária foi expedida pela Justiça. “As Polícias Civil e Militar dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, juntamente com a PRF, passaram a realizar várias buscas pelo paradeiro do foragido, incluindo diligências na cidade de Conselheiro Lafaiete, cidade de origem do investigado. O suspeito foi preso ao passar em frente ao Posto da Polícia Rodoviária Federal, em Juiz de Fora”, explicou o policial, informando que esse foi o primeiro homicídio ocorrido em Paraíba do Sul neste ano.

As investigações sobre a morte de Albino ainda estão em andamento e a Polícia Civil busca novas informações que permitam localizar o corpo de Albino e também esclarecer alguns detalhes do crime. Quem tiver qualquer informação sobre este caso pode comparecer na 107ª DP em Paraíba do Sul ou ligar pelo telefone (24) 2263-2341.

error: Conteúdo protegido !