Startups digitais participam de conferência na Califórnia

0

Sul fluminense

Vinte empresas startups digitais do Estado do Rio de Janeiro serão selecionadas pelo Sebrae/RJ para participar do TechCrunch Disrupt Conference, de 16 a 23 de setembro, no Vale do Silício, em São Francisco, na Califórnia. Os selecionados serão informados na próxima segunda-feira.

Além da programação oficial, a delegação fará visitas técnicas à IBM, Samsung Innovation Center, PlugandPlay, Rocket Space e GSV Labs, além de universidades como Stanford, Berkley e Northeastern. Também haverá espaço para a divulgação das empresas, meetup´s e eventos de network locais.

De acordo com o analista do Sebrae/RJ, Bernardo Monzo, ao participar da missão ao Vale do Silício o empresário conhecerá o modelo mental de empreendedores e investidores internacionais. “É fundamental que a startup entenda como pensam os atores do mercado global para quando desejarem internacionalizar o negócio, de forma planejada e eficiente”, destaca Monzo.

O custo da missão é de R$2 mil, com direito a dois participantes por empresa. O pagamento poderá ser feito com cartão de crédito, podendo ser dividido em dez parcelas mensais, sem juros. Não estão incluídas as despesas com passagens aéreas, hospedagem, alimentação e deslocamento. Cada empresa será responsável pela documentação referente ao passaporte e visto de entrada nos Estados Unidos de seus representantes.

Google Launchpad Connect

Os integrantes da delegação do Sebrae/RJ também poderão ser selecionados para o Google Launchpad Connect, no Launchpad Space, espaço físico do Google em São Francisco. Os encontros, que antecedem ao TechCrunch Disrupt, ocorrerão nos dias 14 e 15 de setembro e incluirão workshop e sessões de mentoria com experts do Google e da rede de mentores da Bay Brazil, sem custo para os empresários.

A parceria inédita entre Google, Bay Brazil e Sebrae oferecerá aos empreendedores do Rio de Janeiro dois dias de imersão. “A parceria com o Google Launchpad e a Bay Brazil representa uma oportunidade excepcional. Esses empreendedores receberão informações e mentorias de profissionais ligados a uma das maiores empresas digitais do mundo e ainda terão contato com a rede de parceiros da Bay Brazil formada por executivos e profissionais brasileiros que trabalham nas empresas da região do Vale do Silício. É um ganho maior do que qualquer curso que poderiam fazer no Brasil”, afirma Bernardo Monzo.

error: Conteúdo protegido !