Sistema de videomonitoramento em Porto Real entra em fase de testes

0

PORTO REAL

A implantação do projeto de sistema de integrado de segurança com a instalação de câmeras de videomonitoramento no município está a todo vapor. O projeto é realizado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Ordem Pública. De acordo com o cronograma de instalação de equipamentos e ativação dos pontos, através de fibra ótica, o município já conta com 13 câmeras ativadas. O sistema encontra-se na fase de ajustes técnicos, visando obtenção de imagens em alta resolução. Ao todo a operação já instalou nos principais acessos da cidade 76 câmeras. A previsão é de que todo o sistema que será concluído até o próximo mês.
Segundo o prefeito Ailton Marques o videomonitoramento vai contribuir para a segurança da população. “Estamos trabalhando com equipamentos de categoria mundial; utilizados nos mais diversos países. Trata-se de um sistema de qualidade, principalmente, pela geração de imagens e confiabilidade do hardware utilizado. Dessa maneira será possível proporcionar mais segurança e qualidade de vida para a população, garantido mobilidade e ordem no município. Estamos trabalhando para proporcionar uma cidade mais segura, tranquila e mais família”, disse o chefe do Executivo.

Ao todo a operação já instalou nos principais acessos da cidade 76 câmeras-Alexandre AJ/PMPR

O secretário de ordem Pública, Carlos Machado explicou que as câmeras de segurança serão ativadas, gradativamente, priorizando as entradas da cidade. “Nesses locais estão instaladas as câmeras do tipo LPR, que identificam as placas dos veículos. Dentro de aproximadamente 30 dias todo o sistema de videomonitoramento estará em pleno funcionamento com geração de imagens no Centro de Controle Operacional. Serão seis câmeras de leitura de placas (LPR); dez com movimento horizontal e vertical, além de zoom óptico de 20x e outras 60 câmeras fixas, distribuídas para monitoramento urbano. Das 60 câmeras fixas, seis serão usadas em escolas específicas para reconhecimento facial”, informou o secretário. Machado também falou sobre o funcionamento do Centro de Controle Operacional, localizado à Secretaria de Ordem Pública. “Os profissionais da Secretaria, devidamente treinados, terão acesso às imagens ao vivo, 24 horas por dia, através do Centro de Controle Operacional (CCO), onde as mesmas também ficarão arquivadas”, disse o secretário.

error: Conteúdo protegido !