Sindicato fecha Convenção Coletiva do Setor de Montagem Industrial com 3.57% de reajuste

0

VOLTA REDONDA

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Volta Redonda e região acaba de assinar a Convenção Coletiva 2019/2020 do Setor de Montagem Industrial, que tem como data-base, 1º de fevereiro. O reajuste salarial foi de 3.57%, com reposição da inflação acumulada no período de fevereiro de 2018 a janeiro de 2019. A cesta básica fechou no valor de R$ 320,00, mensais.   

Outra grande conquista do Sindicato, nessa campanha salarial, foi a manutenção de todos os benefícios já alcançados pelos trabalhadores em acordos anteriores, como Participação nos Lucros e Resultados (PLR), hora extra, vale-transporte com desconto de 1%, e o vale-alimentação que fechou em R$ 21 o dia. 

RESULTADO POSITIVO

O presidente do Sindicato, Sebastião Paulo de Assis, destacou como positivo esse resultado na convenção da montagem, principalmente, diante da atual realidade de perdas de direitos que a classe trabalhadora está vivenciando. Para ele, essa campanha salarial mostra que o sindicato, com a participação dos trabalhadores, continua sendo a maior fortaleza de direitos. “Atuamos nas negociações com comprometimento e força para garantir o reajuste e os benefícios.  Em breve teremos mais notícias, pois estamos concluindo o fechamento da convenção do setor de Mármore e Granito e continuamos na batalha pelos reajustes da construção civil e da construção pesada”, destacou o sindicalista.

A assinatura da Convenção Coletiva foi assinada pelo presidente do Sindicato das Empresas de Engenharia de Montagem e Manutenção Industrial do Estado do Rio de Janeiro, Alexandre Moraes de Vasconcellos, e Sebastião Paulo da Construção Civil de Volta Redonda e região.