Sindicato dos Rodoviários de Volta Redonda convoca categoria para nova assembleia nesta terça-feira

0

VOLTA REDONDA

Os rodoviários de Volta Redonda e Região estão sendo convocados pelo Sindicato da categoria para nova assembleia que vai acontecer nesta terça-feira, 4, às 19h30min, em segunda convocação, na sede do Sindicato na Avenida Sete de Setembro, 144, no bairro Aterrado. O objetivo é repassar aos trabalhadores o que aconteceu na audiência do Sindicato Patronal e dos trabalhadores na semana passada na sede do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ).

Na audiência, de acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, José Gama, o Zequinha, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SindPass) entrou com uma liminar, sendo duas ações, uma contra os trabalhadores e outra contra o Sindicato. Com a liminar, a greve que seria iniciada pelos rodoviários ficou suspensa. “Na audiência tivemos a presença dois advogados, sendo um da Força Sindical e outro do nosso Sindicato. Foi uma audiência muito dura, mas com muita sabedoria e determinação avançamos”, declarou Zequinha

Zequinha informou que o Sindicato avançou bem nesta negociação, já que conquistou principalmente a retirada das cláusulas que os sindicalistas chamam de “vermelhas”, como as empresas poderem fazer acordo de forma individual com o trabalhador, cobrara multas sem critérios, obrigar a fazer quatro horas extras por dia ao invés de duas horas e, principalmente a cláusula que autorizava a dupla função ou seja motorista dirigir e cobrar passagem, entre outras. “Cabe falara também que o pagamento retroativo a 1º de junho está garantido e garantimos ainda o pagamento em setembro, outubro e novembro. Conquistamos também dois meses de cesta básica para  os companheiros que forem para o INSS, além dos 2% de reajuste em todos os itens econômicos , PLR, Cesta Básica e outros”, informou o presidente. “Rodoviários são bons de briga e as empresas não têm dúvidas, tanto que na hora da greve os empresários recorreram ao tribunal, e com o apoio da grande assembleia que realizamos ninguém mais vai pagar para ver a coragem da nossa categoria”, concluiu Zequinha

 

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !