Servidores municipais de Volta Redonda que cobram salários atrasados e 13º prometem acampar na praça da prefeitura  

0

VOLTA REDONDA

Sem a metade do salário de novembro e sem expectativa para receber o pagamento de dezembro e o 13º salário integral, servidores municipais de Volta Redonda estão promovendo na manhã desta segunda-feira, dia 28, um ato na Praça Sávio Gama, em frente ao Palácio 17 de Julho, no Aterrado. Os manifestantes prometem acampar na praça até que os direitos sejam pagos. Para isso, pedem a ajuda da população e de outras entidades sindicais para doações de alimentos e outros itens.

Na semana passada, os servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) paralisaram suas atividades pelo mesmo motivo. E como tem ficar sem receber, os trabalhadores decidiram por novo ato, já que o prefeito Samuca Silva irá deixar a prefeitura no próximo dia 31. Os servidores informaram que os salários estão sendo pagos de forma parcelada e que a última parcela, metade do salário de novembro, foi feita no último dia 15. “A outra metade está precisa para sair no dia 31, mas como o prefeito vai sair tememos ficar sem esse dinheiro. Por isso, estamos aqui para cobrar”, informou um servidor.

O servidor Leonel de Souza informou ao A VOZ DA CIDADE que o local de trabalho dos servidores a partir e hoje é na praça. “Estaremos aqui até que o prefeito nos pague o que deve. É uma humilhação já termos que trabalhar recebendo um salário de R$ 1.300, os que ganham mais, R$1.600, e ainda por cima de duas vezes. Além disso, com atraso. Para fechar, o 13º que deveria ter sido pago até o último dia 20 por lei até agora nada. Até quando vamos ter que esperar a boa vontade do nosso prefeito?” Indagou o servidor lembrando que junto com a manifestação de hoje foi lançada uma campanha de ajuda com alimentação e outros itens para os trabalhadores que se manterão na praça. “Pedimos a ajuda da população e de outras entidades que se puderem nos ajudar com doações. Tem muitos servidores passando dificuldade. Para se ter uma ideia, sem dinheiro e sem expectativa de pagamento, os trabalhadores não puderam come,orar o natal com a família”, completou Leonel.

AGUARDANDO O SALÁRIO E O 13º INTEGRAL

Ainda segundo o servidor, somente na Secretaria de Infraestrutura tem cerca de 550 funcionários diretos aguardando o salário e o 13º integral. Disse ainda que 250 trabalhadores, que fazem os serviços de capina e limpeza na cidade, são de empresas terceirizadas. Por isso, não participaram do ato da semana passada e nem no de hoje.

Estão presentes também na manifestação, além dos servidores da SMI e obra, trabalhadores de outros setores da prefeitura e alguns aposentados. A informação dos servidores é de que a manifestação da semana passada fez com que uma comissão dos servidores fosse atendida na Secretaria Municipal de Administração. “Avaliamos com os presentes que não devemos arredar o pé da praça, ou seja, mantermos a mobilização e estender aos demais setores da prefeitura, convocando os mais de três mil servidores como os aposentados e pensionistas para a manifestação de hoje. Somente com uma luta unificada, conquistaremos o que é nosso de direito”, concluiu um servidor.

Até o fechamento desta nota, a Prefeitura de Volta Redonda não havia se pronunciado sobre a manifestação.

error: Conteúdo protegido !