Serenidade e emoção marcam a missa de 6 anos da morte de Dom Waldyr Calheiros em Volta Redonda  

0

 VOLTA REDONDA

A Igreja Santa Cecília, em Volta Redonda ficou cheia na noite de sábado, 30, para a missa em memória o bispo Dom Waldy Calheiros. O bispo diocesano Dom Luiz Henrique, presidiu a celebração que lembrou os seis anos sem Dom Waldyr. Junto com ele os bispos eméritos Dom João Messi e Dom Francisco Biasin, além de sacerdotes e seminaristas.

A data desde a morte de Dom Waldyr, em 30\11\2013 passou a ser referenciada com celebração eucarística, rito católico. Um dos momentos marcantes da celebração foi quando os bispos, padres e fiéis dirigiram-se à lápide, no interior da igreja, onde foi colocado o corpo do Dom Waldyr. Dom Luiz Henrique em orações e gentilmente deu a palavra à Dom João Messi, o imediato sucessor de Dom Waldyr em 2000.

Dom João fez referência a trajetória pastoral de Dom Waldyr destacando o seu compromisso com a vida do povo na defesa dos seus diretos. “Devemos continuar o que ele começou, deve ser o nosso papel como cristãos”, destacou o bispo emérito no fim da fala. Na sequência o padre Carlos Henrique, entrou o cântico: “Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai…Porque Ele fez, Ele faz maravilhas…”, finalizando “AMÉM ALELUIA”, lema do memoriável Calheiros. Vale lembrar que o cântico era o predileto de Dom Waldyr para animar o povo, em especial diante de cenários difíceis da caminhada. Momento muito forte da missa provocando nos presentes um ‘misto de alegria e emoção’.

 

 

 

error: Conteúdo protegido !