Secretários deixam prefeituras para concorrerem aos cargos de vereadores

0

SUL FLUMINENSE
Quem vai concorrer nas eleições deste ano do Legislativo e ocupa um cargo de secretário em prefeitura precisa se desincompatibilizar até o dia 4 de abril, seis meses antes do pleito. O A VOZ DA CIDADE procurou em cidades da região quem seriam esses nomes.
Em Barra Mansa, quem sairá é o secretário de Ordem Pública, Luiz Furlani. Ele, que foi o mais votado em 2016 e não entrou por conta de legenda, informou que se filiou ao PSDB. Furlani teve 2.137 votos e disputará sua terceira eleição para a câmara. Foi eleito em 2012. Mesmo saindo da secretaria, Furlani já avisou que continuará ajudando nesse momento de combate ao coronavírus, como voluntário.
De acordo com informações, Furlani seria o único a deixar no momento a prefeitura. Existem alguns nomes que estão sendo cogitados, mas para a disputa na chapa majoritária, possíveis nomes de vices, aí teriam até junho para deixar o governo.
PORTO REAL
Em Porto Real dois nomes deixam o governo nessa semana. Seria Vanessa Miranda, atual secretária de Desenvolvimento Econômico, Elias Vargas, da Secretaria de Ordem Pública e, Fernando Sapo, diretor de Cultura.
VOLTA REDONDA
Em Volta Redonda, mais reduções no governo. Três secretários deixarão pastas. Seriam os secretários de Transporte e Mobilidade Urbana e o de Infraestrutura, Maurício Batista e Toninho Oreste, respectivamente, além da secretaria Municipal de Idosos, Mulher e Direitos Humanos, América Tereza.
Quem sairia e não vai mais deixar o governo de Samuca Silva é Alfredo de Oliveira, secretário de Saúde. Em pleno combate ao coronavírus, o prefeito informou sobre a impossibilidade dele sair nesse momento.
ITATIAIA
Itatiaia tem o maior número de secretários e de cargos em comissão que deixaram o governo a partir de hoje para disputar uma vaga na câmara. São eles: Carlos Cesar de Paula, que ocupava a Secretaria de Ordem Pública; Cristian de Carvalho Soares, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Imbere Moreira Alves, secretário de Trabalho, Emprego e Geração de Renda; além do então chefe de Gabinete Thiago Rodrigues Moreira, e o superintendente de Cultura, Rafael José da Silveira Ferreira.
RESENDE
Em Resende, o secretário de Esporte e Lazer do município, Davi Manuel de Jesus Silva, deverá deixar o cargo para concorrer nas eleições municipais. Vereador eleito em 2016 pelo MDB, ele deixou o cargo político e assumiu a secretária de Esporte e Lazer. Em seu lugar no Legislativo, assumiu o suplente, Pedro Paulo Florenzano (PP), que deverá deixar a cadeira nos próximos dias. Davi foi eleito com 1.044 votos e tentará a reeleição.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !