Secretaria de Estado de Saúde confirma nova linhagem do coronavírus em Porto Real

0

PORTO REAL/RIO DE JANEIRO

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) informou na noite desta terça-feira, dia 22, que foi detectada uma nova linhagem do coronavírus, no Estado. Um caso foi notificado em Porto Real, na região das Agulhas Negras, no Médio Paraíba. A linhagem do vírus originária da B.1.1.28, oriunda do Amazonas. O caso, identificado em abril, só foi divulgado agora. Até o momento, não há informações sobre o paciente infectado. A secretaria alerta que, independentemente das variantes, as medidas de prevenção, diagnóstico e tratamento da Covid-19 seguem os mesmos protocolos sanitários que já são adotados no país. Informações também davam conta de que outra variante teria sido detectada em Barra Mansa. No entanto, até o fechamento desta edição, a Secretaria Estadual de Saúde não retornou o contato com a equipe de reportagem do A VOZ DA CIDADE. A Prefeitura de Barra Mansa, por meio da Assessoria de Imprensa, informou que não foi avisada pelo Estado sobre o assunto.

Segundo o Estado, o monitoramento genômico da Rede Corona-Ômica/RJ identificou em meados de abril uma nova linhagem, originária da B.1.1.28, em Porto Real. A linhagem P.5 tem a mesma estrutura da cepa original, porém sofre mutações no spike (“coroa” do vírus que se liga à célula). Dezenove casos da mesma variante já foram localizados no estado de São Paulo e, até o momento, não é possível afirmar que ela seja mais letal ou transmissível.

O estudo faz parte de uma parceria entre Secretaria de Estado de Saúde, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Laboratório de Virologia Molecular da UFRJ, Laboratório Central Noel Nutels, Fiocruz, Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Os dados do monitoramento mostram ainda que a linhagem P.1 (Brasil) continua sendo a mais frequente no estado. Além disso, registrou uma baixa frequência da VOC B.1.1.7 (Reino Unido) e o declínio da P.2, desde novembro do ano passado”, informa a nota enviada pela Assessoria de Imprensa da Secretaria Estadual de Saúde.

A Secretaria de Estado de Saúde ainda destaca que, independentemente da cepa do vírus ou linhagem, as medidas de prevenção e métodos de diagnóstico e tratamento da Covid-19 seguem os mesmos no Estado. “Sendo assim, não há alteração nas medidas sanitárias já adotadas como uso de máscaras e álcool em gel, lavagem das mãos e evitar a aglomeração. Além disso, é importante os municípios continuarem avançando no processo de vacinação contra a Covid-19 e que a população retorne para receber a segunda dose do imunizante. Apenas assim é possível alcançar a completa eficácia da vacina. Estudos mostram que todas as vacinas disponíveis no Brasil são eficazes contra as variantes identificadas até o momento”, ressalta.

PREFEITURA VAI SOLICITAR NOVA REMESSA DE VACINA

A Secretaria de Saúde de Porto Real também reitera que a população continue seguindo as orientações do decreto municipal e as medidas de segurança contra a Covid-19. Entre elas, o uso de máscaras, a higienização das mãos, o distanciamento social e que saia de casa somente quando necessário.

A prefeitura informou que encaminhará um ofício ao governo do Estado solicitando novos lotes de vacinas para acelerar a imunização da população.

error: Conteúdo protegido !