Sebrae convoca empresas para seletiva de moda sustentável

0

SUL FLUMINENSE

Ao menos 50 empresas do setor de moda do Estado do Rio de Janeiro serão selecionadas para participar da segunda edição do projeto Sebrae Moda Sustentável. A iniciativa tem edital aberto e visa incentivar Microempreendedores Individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte dos segmentos de vestuário, acessórios em couro, calçados, bijuterias e joias que dialoguem com as tendências globais no que se refere ao desenvolvimento sustentável.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Rio), as inscrições são gratuitas e devem ser concluídas até esta terça-feira, dia 25. Os interessados podem conferir o regulamento e o formulário de inscrição no link: https://bit.ly/2KyR5V5.

O projeto terá desenvolvimento durante nove meses, no período entre os meses de agosto deste ano e abril de 2020. A proposta para as empresas selecionadas será ampliar a competitividade e a inovação dos pequenos negócios de moda. Para isso, os gestores serão orientados sobre boas práticas de gestão que priorizem a alta qualidade dos produtos, a otimização de processos e uso de recursos; o desenvolvimento de relações sustentáveis; e o posicionamento das marcas, contribuindo para o crescimento das mesmas nos mercados nacionais e internacionais.

EIXOS DE ATUAÇÃO

As atividades serão oferecidas dentro de quatro eixos de atuação: Capacitação e Informação, Acesso à Tecnologia e Inovação, Consultoria Individual em Gestão, e Apoio para participação em eventos de mercado e novas oportunidades de negócios. “As grandes mudanças no comportamento de consumo da sociedade vêm impactando fortemente os modelos de negócios de moda em todo o mundo. Sendo necessário ressignificar a moda e criar novas estratégias para repensar o ciclo completo do produto, da concepção das peças até a reutilização de materiais”, afirma a analista do Sebrae Rio, Alessandra Mahmoud, citando que nesse contexto, as pequenas empresas assumem um papel fundamental. “Muitas já nasceram com modelos de negócios que buscam o desenvolvimento sustentável”, informa.

MELHORIA DE RESULTADOS

Segundo dados do Sebrae, no ano passado, 69% das empresas participantes da primeira edição do projeto Sebrae Moda Sustentável ajustaram seu processo produtivo, seja no setor de consumo de energia, redução do uso de insumos ou tratamento de resíduos, entre outros fatores, visando tornar seu negócio mais sustentável economicamente. Do total de participantes, 73% adotou alguma nova prática sustentável inovadora em sua empresa no último ano e outros 78% buscou um novo contato ou parceria com fornecedores para tornar o negócio mais sustentável.

Uma das empresas participantes na última edição produz calçados artesanais, aproveitando retalhos de couro descartados e utiliza o solado aproveitando pneu de avião. O fundador foi Caíque Bom, que começou a elaborar alguns designs em seu pequeno atelier em São Pedro da Serra (RJ). Ele faz parte da produção e capacita os colaboradores. Parte da produção é feita à mão, reduzindo a utilização de máquinas e, consequentemente, combustíveis fósseis. A embalagem do produto é um saco de pano, que também pode ser reutilizado. Após a montagem dos calçados, os restos de pneu são encaminhados para uma empresa de reciclagem e os retalhos de couro ganham uma nova vida nas mãos de artesãos locais.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !